Prefeitura promove 1ª Semana Interna de Prevenção de Acidente do Trabalho

Cerca de 6 mil servidores serão contemplados

Com o objetivo de construir uma cultura de conscientização entre os servidores municipais, a Prefeitura de Porto Velho iniciou, nesta segunda-feira (25), a 1ª Semana Interna de Prevenção de Acidente do Trabalho (Sipat). A abertura oficial ocorreu no Teatro Banzeiros. Nesta primeira etapa, cerca de 6 mil servidores serão atendidos com o tema “Valorize a vida. Segurança, saúde e prevenção”.

A responsabilidade da Sipat é da Secretaria Municipal de Administração (Semad), através da Coordenadoria de Saúde Ocupacional (CSO). Nos próximos dias, serão contempladas as secretarias municipais Obras (Semob), de Serviços Básicos (Semusb), de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric), de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e de Saúde (Semusa).

Durante a palestra “Um novo olhar na segurança e na saúde”, a secretária-adjunta da Semad, Ana Cláudia Geraldes Magalhães, abordou o processo de valorização, saúde e ambientação do servidor. “Agora estamos num grupo grande, de pessoas que atuam como multiplicadoras de um serviço essencial e com um olhar especial, prezando pelas vidas de cada um”, falou.

Na ocasião, o valor da prevenção foi lembrado nas falas do subsecretário de Política Intersetorial, Devanildo Santana, que representou o prefeito Hildon Chaves. “Foi a prevenção, na figura da vacina, que nos oportunizou estarmos aqui. Todo um trabalho vem sendo feito para transformar e resgatar a dignidade do povo portovelhense, além de um trabalho voltado à prevenção e cuidado aos servidores”.

INCENTIVO

Jaqueline da Silva Almeida Soares é auxiliar de serviços gerais. Para ela, esse tipo de evento vem tendo as ações mais divulgadas e com maior participação dos servidores. “Esse evento é fundamental, pois informa aos servidores o quanto a prevenção de acidentes envolve não somente a pessoa em si, mas toda a família colocando o aprendizado em prática e levando para toda a vida”, comentou ao lembrar que a cada dia é preciso pensar ainda mais na saúde física e mental.

PARCEIROS

A Sipat conta com o apoio da empresa Training Service Cursos e Treinamentos, Escola de Dança Christina Pontes, Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (Crepad), Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps) e Banda Soundgraz.

SIPAT

A realização anual da Sipat cumpre a Norma Regulamentadora (NR), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que norteia as obrigações legais entre os servidores municipais. A programação completa está disponível aqui.

REGISTROS

O evento contou com a participação dos secretários municipais da Semusa, Eliana Pasini, da Semob, Diego Lage, da Semusb, Wellem Prestes, da Sema, Alexandro Pincer, além de representantes das demais pastas envolvidas.

Fonte: Sipat

CN

Campanha “Covid-Zero Aponiã”, tem mais de 5.000 pessoas atendidas na primeira semana em RO

Das 46 ruas previstas no cronograma, metade já recebeu a visita das equipes de saúde

Os agentes comunitários de saúde foram capacitados para atuarem com os demais profissionais de saúde durante essa missão.

Na última segunda-feira (6) foi iniciada a campanha denominada “Covid-Zero Aponiã”, organizado pela Prefeitura de Porto Velho, através da Secretária Municipal de Saúde (Semusa). De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), o bairro registra o maior índice de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (Covid-19). Foram 509 casos e 11 óbitos até o dia 4 de julho.

Nesta primeira semana, 6.500 pessoas receberam atendimento nas 4.800 casas visitadas em 20 ruas do bairro. Destes, 120 foram encaminhadas às unidades de saúde para receber orientações médicas. O objetivo do trabalho consiste no mapeamento e monitoramento de 46 ruas, durante o período de quinze dias da campanha.

Segundo Rafaela Castiel, gerente da Unidade de Saúde da Família (USF), os moradores receberam bem a equipe de atendimento do Covid-Zero Aponiã. “Essa semana foi bem produtiva, com algumas intercorrências, porém os moradores nos aceitaram muito bem”.

RECEPTIVIDADE

Para esta ação, o atendimento peridomiciliar é realizado por profissionais da saúde e por residentes da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), com apoio da Polícia Militar (PM). Ao todo, 40 profissionais compõem a equipe que segue o protocolo de atendimentos executados pelo Departamento de Atenção Básica (DAB) em conjunto com o DVS.

Os agentes comunitários de saúde foram capacitados para atuarem com os demais profissionais de saúde durante essa missão.

PROGRAMAÇÃO

Das 46 ruas previstas no programa para ser executado em duas semanas, 20 já receberam os atendimentos oferecidos através das equipes, ou seja, o saldo da primeira semana é positivo e os atendimentos continuarão nos próximos dias, das 8h às 10h e das 16h30 às 18h, no bairro Aponiã.

“As visitas domiciliares são uma importante ferramenta para informar, fazer busca ativa de suspeitos e acompanhamento de casos, mas, para esta atividade é importante considerar alguns cuidados para garantir a segurança do paciente e do profissional”, informou Rafaela.

Fonte: Semusa

CN