Prefeitura de Porto Velho retoma vacinação infantil nas escolas municipais

A Estratégia busca ampliar imunização no público infantil

A Prefeitura de Porto Velho retornou no domingo (24) com a programação de vacinação infantil nas escolas municipais. A iniciativa é destinada a intensificar a imunização contra a covid-19 neste grupo etário. Pouco mais de 16 mil crianças receberam a primeira dose e cerca de 3 mil completaram o ciclo vacinal. A vacinação segue na quarta-feira (27).

Segundo a gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes, a procura ainda é baixa considerando o cenário infantil que existe no município. “Porto Velho tem um contingente de 50 mil crianças que estão aptas a receber a vacina contra a covid-19 e somente 30% deste público está protegido agora. Isso é preocupante porque o vírus ainda está circulando”, explica Elizeth.

CRECHE VÓ MARIA

Inicialmente, a programação do domingo (24) seguirá com um momento especial de Páscoa beneficente na creche Vó Maria, localizada na rua Piramatuba, 1743, bairro Lagoa, das 10h às 13h.

Já na quarta-feira (27), um ponto de imunização será montado na escola Elenilson Negreiros, na rua Alto do Bronze, 9422, bairro Socialista, das 8h às 12h e das 14h às 18h, onde pais e filhos poderão se vacinar. Posteriormente, ao longo do mês de maio, as demais escolas entrarão na programação.

No sábado (23), o atendimento estará restrito ao ponto instalado no Porto Velho Shopping, das 14h às 19h.

DISTRITOS

Nos distritos, a vacinação ocorre em várias unidades, conforme programação aqui.

Fonte: Semusa

CN

Prefeitura lança campanha para reforçar vacinação infantil contra a covid-19

Agora, em Porto Velho, a criança vacinada faz parte da Liga dos Imunizados

A Prefeitura de Porto Velho lançou uma campanha destinada a reforçar a importância da vacinação infantil contra a covid-19. Segundo o prefeito Hildon Chaves, além do incentivo à imunização, a intenção é combater informações falsas acerca da vacinação para os menores.

“Por medo, muitos pais acabam não levando os filhos para receber a vacina contra a covid-19. E pensando em combater fake news, a prefeitura reforça a campanha de incentivo à vacinação dos nossos pequenos heróis”, destacou Hildon Chaves. “Agora, em Porto Velho, a criança vacinada faz parte da Liga dos Imunizados”.

O marketing adotado busca dialogar com o público infantil através de personagens super-heróis e conta com a possibilidade de baixar o certificado de membro da Liga dos Imunizados através da página oficial da campanha.

O site também conta com um menu para tirar as principais dúvidas, orientando pais e filhos sobre a segurança da vacina e a necessidade de completar a imunização com a segunda dose.

“Infelizmente, há pais que recebem a vacina, mas não levam os filhos para receber proteção”, destaca a secretária municipal da saúde, Eliana Pasini. Ela acrescenta que a ciência lutou muito para oferecer o imunizante em tempo recorde, num esforço humanitário sem precedentes.

“Nossos profissionais são capacitados e estão comprometidos com a imunização da população. Dedicam-se incansavelmente a esta missão. Os pais podem confiar”, garante a secretária-adjunta da saúde do município, a pediatra Marilene Penati.

As reações adversas, quando acontecem, costumam ser: leve dor de cabeça, febre baixa e vermelhidão no local da aplicação, assim como a de outras vacinas.

Toda criança, a partir de 5 anos, pode receber a vacina contra a covid. Em Porto Velho, os imunizantes podem ser encontrados nos postos de saúde e no Porto Velho Shopping.

Fonte: Assessoria

CN

Cobertura vacinal com 1º dose em crianças ainda é de 26% em Porto Velho

População deve estar atenta para comparecer e receber a 2º dose da vacina dentro do prazo

Desde janeiro, a Prefeitura disponibiliza a vacinação infantil para as mais de 50 mil crianças aptas a receberem a 1ª dose em Porto Velho. Mas as notícias falsas se tornaram um obstáculo para a adesão de pais e responsáveis à vacina.

“Nossa preocupação maior é com o público infantil. A cobertura vacinal da primeira dose de crianças é de 26%. Neste momento é o público mais desprotegido,” alerta Elizeth Gomes, gerente da Divisão de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

A Semusa realiza campanhas de sensibilização nas escolas para que os pais busquem informações quanto à vacina infantil através das equipes de profissionais disponibilizados para tirar dúvidas e orientar.

Na quinta (17) e sexta-feira (18), equipes da Semusa estarão disponíveis na escola Jesus de Nazaré, localizada na rua Mané Garrincha, bairro Socialista. “Nossas equipes estarão dispostas para tirar dúvidas”, destaca Elizeth.

Nesta semana, também há programação de vacinação infantil nas escolas Wadih Darwich Zacarias, Ely Bezerra de Sales e Flor de Laranjeira. A programação segue até a próxima sexta-feira (18).

A vacinação contra a covid-19 também segue disponível para o público acima de 5 anos em 18 unidades de saúde e no Porto Velho Shopping.

SEGUNDA DOSE

A gerente de Imunização também ressalta que ao não retornar para receber a 2ª dose da AstraZeneca no prazo correto, as pessoas estão contribuindo para que as doses a elas destinadas sejam desperdiçadas.

A programação é feita para atender o público na data certa e segue as especificações dos fabricantes e do Ministério da Saúde com relação ao prazo de validade dos produtos. Por isso é fundamental que a população compareça aos pontos de vacinação nas datas corretas.

“O Ministério da Saúde envia vacinas de acordo com o grupo que for contemplado. Se essas pessoas não procuram se vacinar, perdemos os imunizantes”, alerta Elizeth.

Fonte: Semusa

CN

Vacinação infantil contra a covid-19 segue em escolas da rede municipal de Porto Velho

Programação continua até a próxima sexta-feira (18)

Próximo de completar três meses desde o início da vacinação infantil contra a covid-19, a cobertura vacinal desse público em Porto Velho alcançou apenas 26% até o momento. Apesar da baixa adesão, a Prefeitura segue em um esforço contínuo para intensificar e descentralizar a imunização em pontos estratégicos da capital, principalmente em escolas da rede municipal.

A partir de terça-feira (15), equipes da Divisão de Imunização, da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), estarão disponíveis nas escolas Wadih Darwich Zacarias, Ely Bezerra de Sales e Flor de Laranjeira. A programação segue até a próxima sexta-feira (18).

Apesar do foco ser o público infantil de 5 a 11 anos, adolescentes e adultos também poderão ser atendidos nesses locais. “Mesmo enfrentando a disseminação de notícias falsas, que consequentemente implicam na baixa cobertura, continuaremos reunindo todos os esforços para que a vacina chegue às nossas crianças”, destaca Elizeth Gomes, gerente da imunização.

A vacinação contra a covid-19 também segue disponível para o público acima de 5 anos em 18 unidades de saúde e no Porto Velho Shopping.

Confira a programação de vacinação infantil nas escolas:

Terça-feira (15)

Escola Eng° Wadih Darwich Zacarias
Endereço:
 rua Cidade, 2118, conjunto Jamari, bairro 3 Marias
Horário: 9h às 13h30

Quarta-feira (16)

Escola Eng° Wadih Darwich Zacarias
Endereço:
 rua Cidade, 2118, conjunto Jamari, bairro 3 Marias
Horário: 13h às 17h30

Quinta-feira (17)

Escola Ely Bezerra de Sales
Endereço:
 rua Mangabeira, parque Amazônia, bairro Mariana
Horário: 9h às 15h

Sexta-feira (18)

Escola Flor de Laranjeira
Endereço:
 rua Buritis, nº 4316, bairro Nova Floresta
Horário: 9h às 15h

Fonte: Semusa

CN

Covid-19: Vacinação para público infantil segue abaixo do esperado na capital

Doses seguem ofertadas nas unidades de saúde

A imunização do público infantil segue baixa em Porto Velho, apesar dos esforços da Prefeitura em oferecer os imunizantes em locais estratégicos da capital. Até o momento, o município contabiliza mais de 54 mil crianças que estão aptas a receberem a primeira dose do imunizante. No entanto, pouco mais de 12 mil foram aos pontos de atendimento.

“A vacina é a única forma de devolver as crianças à normalidade, diante da pandemia de covid-19. Como pais, temos a missão de fazer a vida das nossas crianças voltar ao normal”, afirma a secretária-adjunta da saúde do município, Marilene Penati.

Até o momento, mais de 8 milhões de crianças no mundo inteiro já se vacinaram e que os índices de redução da incidência de covid-19 foram são expressivos se comparados aos de efeitos colaterais, que são muito baixos. “Isto mostra que as “fake news” estão sendo desmistificadas pela ciência. Nós, que somos pais, temos a grande missão de fazer a vida das nossas crianças voltar ao normal”, afirma a secretária.

ESTRATÉGIA

A Prefeitura continua ampliando pontos em locais estratégicos para facilitar e incentivar a procura do imunizante por todos os públicos, em especial o infantil. Francisco Júnior, gerente da Unidade de Saúde Nova Floresta, é profissional da área há 27 anos, e lembra que receber a primeira dose da vacina foi uma conquista que muitas pessoas não tiveram.

“Foi um momento muito especial. Pensei em familiares e amigos que não tiveram a mesma oportunidade que eu e nos deixaram ao longo do caminho. O cenário de estabilidade que encontramos hoje é proporcionado pela vacina”, afirma.

Em Porto Velho, as vacinas estão disponíveis em unidades básicas, que montaram salas especiais para atendimento a esse público, e no Porto Velho Shopping. Além disso, uma ação conjunta da Semusa e Secretaria Municipal de Educação (Semed) está levando os imunizantes também para as escolas da capital.

PROGRAMAÇÃO

Quarta-feira (9)

Escola São Francisco de Assis
Endereço:
 rua Escorpião, 11511, bairro Ulisses Guimarães
Horário: 9h às 15h

Quinta-feira (10)

Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Bilíngue
Endereço:
 rua Litorânea, 4898, bairro Flodoaldo Pontes Pinto
Horário: 9h às 16h

Escola Rio Madeira
Endereço:
 rua Alameda Roquete Pinto, 4483, bairro Nova Esperança
Horário: 13h às 17h30

Encontre a programação completa aqui.

Fonte: Semusa

CN

Cronograma para vacinação de crianças contra covid-19 é montado em escolas de Porto Velho

Imunizantes também seguem ofertados em unidades de saúde

Buscando ampliar o índice de vacinação de crianças contra a covid-19, a Prefeitura deu início a um planejamento para atender a alunos de Porto Velho. A Escola Municipal Joaquim Vicente Rondon, na zona Sul, foi uma das contempladas com a ação no sábado (19).

A vacinação infantil e adulta segue de forma regular em unidades de saúde e no Porto Velho Shopping. O cronograma de vacinação nas escolas é uma medida para atingir, prioritariamente, as cerca de 55 mil crianças de 5 a 11 anos no município.

De acordo com o balanço da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), apenas 18% do público infantil recebeu a 1ª dose de imunizante contra a covid-19. “A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda a vacinação e a maioria dos grandes países do mundo estão vacinando. Esta é uma medida importantíssima para salvaguardar a saúde de nossos meninos e meninas”, reitera Hildon Chaves ao dizer do esforço da Prefeitura em ofertar a vacinação em pontos estratégicos.

Com a retomada das aulas presenciais, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) segue comprometida em garantir a segurança dos profissionais e alunos. Para a titular da pasta, Gláucia Negreiros, há um empenho na busca por vacinar todo o público esperado no menor tempo possível.

“Aproveitamos o momento para conscientizar as famílias de que a vacina é importante e que queremos garantir a segurança à vida. Por isso, fazemos esse chamamento. Acredite na vacina, ela salva a vida. Além disso, o imunizante ainda consegue multiplicar a rede de proteção às outras pessoas e reduzir o número de internação e os casos de óbito”, afirma a secretária.

O movimento também atendeu as escolas Antônio Ferreira, no bairro São Cristóvão, e Chapeuzinho Vermelho, no bairro Teixeirão. Em todos os pontos de vacinação também são oferecidas vacinas para adolescentes e adultos.

CRONOGRAMA

A partir de terça-feira (22), as equipes da Divisão de Imunização da Semusa atenderão com vacinas nas escolas municipais Antônio Ferreira (bairro São Cristóvão), Chapeuzinho Vermelho (bairro Teixeirão), Professora Ronilza Cordeiro (bairro Teixeirão) e Santa Marcelina (unidade Pedacinho de Chão).

Fonte: Semusa

CN

Covid-19: Semusa inicia vacinação para crianças de 5 anos, sem comorbidades nesta quinta em RO

Imunização de crianças segue critérios específicos de aplicação

Os 12 pontos de vacinação contra a covid-19 em Porto Velho retornam, nesta quinta-feira (10), com atendimento para crianças sem comorbidades a partir dos 5 anos. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (9) pela secretária municipal de Saúde, Eliana Pasini, na abertura do treinamento para vacinadores.

A vacinação infantil iniciou no dia 17 de janeiro deste ano e alcançou, até o momento, mais de 10% das 54 mil crianças que precisam ser imunizadas. Inicialmente, a imunização foi destinada a crianças com comorbidades de 5 a 11 anos, e sem comorbidades para as de 11 anos.

O treinamento iniciou ainda em 2021, quando a vacinação contra a covid-19 iniciou no município, várias estratégias foram adotadas para que o atendimento fosse eficaz. “Fizemos o possível para atender bem e para facilitar o fluxo. A redução nas filas é um dos grandes avanços do trabalho”, afirma a secretária da Semusa.

Durante a capacitação, foram transmitidas informações sobre as vacinas em geral, diferença entre as destinadas aos adultos e às crianças, manejo e esquemas.

Fonte: Semusa

CN

Covid-19: Semusa confirma vacinação para público infantil em Porto Velho

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a vacinação será nas unidades básicas de saúde.

A vacinação contra a covid-19 para crianças vai contemplar, inicialmente, as que possuem 11 anos de idade e as imunossuprimidas, crianças com alguma deficiência no sistema imunológico. A estratégia da Prefeitura é utilizar os mesmos espaços em que é feito o atendimento para adultos, nas unidades básicas de saúde e Porto Velho Shopping.

A estratégia foi definida, nesta quinta-feira (06), na Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), num momento em que o Ministério da Saúde ainda não emitiu uma nota técnica definindo como será a primeira etapa da imunização desse público específico.

Também não há data definida para que as doses do imunizante cheguem a Porto Velho, nem qual será utilizado.

IDADE

Na reunião, participaram a secretária da Semusa, Eliana Pasini, as diretoras, Fabíola Barros, do Departamento de Atenção Básica (Dab), Geiza Ribeiro, de Vigilância em Saúde (DVS) e Francisca Nery, do Departamento de Alta e Média Complexidade (Dmac), além de Elizeth Gomes, gerente de Imunização.

Nela, foi decidido que o atendimento será feito por idade decrescente e que os pais deverão acompanhar os filhos no ato da vacinação. Na ausência destes, será necessária a presença de um responsável legal pela criança.

Os imunossuprimidos, como estão sob constante acompanhamento, não necessitarão apresentar laudo médico. Bastará qualquer documento que comprove a condição clínica, inclusive receitas.

As crianças de 11 anos poderão ser vacinadas nas unidades básicas de saúde e, também, no ponto instalado no Porto Velho Shopping.

Durante a reunião, também foi lembrado que a vacina contra a gripe segue está disponível. São doses que restaram da campanha anual iniciada em abril de 2021 e que podem acabar a qualquer momento. A secretária da Semusa também chamou a atenção da população para completar o ciclo vacinal.

“Quem recebeu a 1ª dose, mesmo que esteja com atraso, procure uma unidade para receber a 2ª dose e o reforço no prazo correto. É assim que a imunização é feita. Uma dose não basta”, afirma.

Fonte: Semusa

CN