Reconhecimento ou oportunismo?

Doria recua e agora elogia Bolsonaro ao efetivar o General Pazuello como novo Ministro da Saúde

Quem diria, o governador de São Paulo João Doria, começou a recuar em sua posição agressiva e intransigente contra o presidente Jair Bolsonaro.

Na tarde desta quarta-feira (16), o pequeno ditador elogiou o presidente pela efetivação do general Eduardo Pazuello no cargo de ministro da Saúde.

Em suas redes sociais, Doria escreveu:

“Cumprimento a decisão do Presidente Jair Bolsonaro de efetivar o General Pazuello como novo Ministro da Saúde do Brasil. Uma decisão correta. Pazuello tem tido uma postura republicana e aberta ao diálogo. Que ele possa continuar a ajudar nosso país a superar a pandemia.”

Confira:

Publicação de João Doria no Twitter

O ato lembra muito o que fez o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que depois de críticas ao presidente voltou atrás e refez sua “amizade” com Bolsonaro.

Porém, o povo não esquece!

Será essa a tática de Doria?

Fonte: Jornal da Cidade

Deputado Ismael Crispin propõe reconhecimento a municípios que adotem medidas de acessibilidade

O “Selo de Acessibilidade” será entregue anualmente aos municípios que atenderem os requisitos necessários

Tendo como base os princípios constitucionais da dignidade da pessoa humana e da igualdade, o deputado Ismael Crispin (PSB), apresentou o projeto de Lei 743/2020 que “Institui o certificado de qualidade de acessibilidade municipal, denominado “Selo de Acessibilidade”, a ser outorgado aos Municípios de Rondônia que adotem medidas que garantam a acessibilidade de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida”.

Conforme o texto do PL, a Lei tem como objetivo primordial incentivar os municípios a adotar medidas que garantam a toda e a qualquer pessoa com necessidade especial ou mobilidade reduzida, transitar por espaços públicos e ou privados, sem que sejam encontradas barreiras arquitetônicas que impossibilitem o convívio ou trânsito social em áreas de acesso, circulação ou permanência.

“A nossa Constituição Federal assegura nos seus arts. 227, §2º e 244 o fomento da acessibilidade.  Entendemos que através da aprovação desta lei estaremos garantindo mais qualidade de vida, saúde e segurança às pessoas com deficiência. O município que optar pela acessibilidade estará cumprindo seu papel constitucional e acima de tudo social”, frisou Ismael.

O “Selo de Acessibilidade” será entregue anualmente aos municípios que atenderem os requisitos necessários, em sessão solene a ser realizada, no dia 3 de dezembro, Dia Internacional das Pessoas com Deficiências e os municípios premiados poderão receber benefícios e incentivos fiscais.

Texto: Laila Moraes-ALE/RO

Ismael Crispin pede mais reconhecimento para servidores efetivos do Governo de Rondônia

Solicitação foi feita durante sabatina do indicado pelo governador Marcos Rocha (PSL) para ocupar o cargo de diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagens (DER)

Na tarde desta terça-feira (16) durante a reunião extraordinária da Comissão de Transportes e Obras Públicas (CTOP) da Assembleia Legislativa para sabatinar Elias Rezende, indicado pelo governador Marcos Rocha (PSL) para ocupar o cargo de diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), o deputado Ismael Crispin (PSB) questionou a existência de um plano para a valorização do quadro de servidores efetivos do departamento e sugeriu ao futuro diretor a implantação de um sistema que reconheça o trabalho executado pelos servidores.

“Eu entendo perfeitamente que a estrutura do Governo tenha a necessidade de cargos comissionados, que são devidamente previstos pela Constituição Federal, no entanto, sabemos que de fato, quem coordena a estrutura administrativa do Estado são os servidores efetivos ”, explanou.


Segundo o parlamentar, os servidores efetivos precisam ter seu trabalho reconhecido. “Entra governo, sai governo e esses servidores efetivos seguem executando suas funções e isso não acontece apenas no DER, acontece em todas as secretarias do Estado e dessa forma, todas devem valorizar seus servidores efetivos, reconhecendo e promovendo seu trabalho”, disse.

Respeito

Na oportunidade, o parlamentar relatou que em muitos municípios, os servidores das residências do DER, não estão se comportando com servidores do Estado. “Infelizmente, recebemos informações que alguns desses servidores estão questionando a nossa atuação parlamentar e que, falam que a Assembleia Legislativa de Rondônia está atrapalhando o trabalho do Executivo. Entendemos que esses servidores podem não gostar do parlamentar x ou do y, mas eles precisam respeitar o nosso mandato”, finalizou Ismael.

Texto: Laila Moraes-ALE/RO

Foto: Marcos Figueira-ALE/RO