Cacoal: Escolas estaduais recebem reformas

Apesar das aulas presenciais estarem suspensas devido a pandemia, e ainda não ter uma data certa de retorno, diversas reformas e ampliações estão sendo feitas para atender com melhor qualidade o retorno dos estudantes.

Em Cacoal, praticamente todas as escolas estaduais estão passando por obras variadas. Na Escola Josino Brito, por exemplo, já está em fase de conclusão a construção de um refeitório e de uma quadra poliesportiva. Com investimento de quase R$ 170 mil, também foi feita a reforma elétrica de toda a escola, inclusive a subestação de energia, e também a reforma do telhado do auditório.

Outra escola que também está aproveitando o momento de suspensão das aulas presenciais para investir recursos em infraestrutura é a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Carlos Drumond de Andrade. Na volta às atividades, além de passar por uma reforma geral, a escola contará com um novo refeitório, propiciando um espaço amplo e um ambiente melhor para a hora do lanche e das refeições. São mais de R$ 460 mil em investimentos.

São mais de R$ 460 mil em investimentos do Governo de Rondônia

As escolas indígenas também estão recebendo atenção especial por parte do Governo de Rondônia. Na Escola João Evangelista Dias, localizada na Linha 10, uma reforma geral está dando nova cara à instituição de ensino.

Outra conquista é a construção da Escola Indígena Nagaxip Suruí, na Linha 07, também em Cacoal. São duas salas de aula, banheiros, depósito, cozinha e uma área interna de alimentação. Também está em processo de licitação, a reforma geral da escola Sertanista Francisco Meireles, na Linha 12, e a construção de um refeitório e banheiros para a Escola Indígena Noá Suruí, na Linha 12.

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Cora Coralina também está recebendo atenção especial, no centro de Cacoal. Além da instalação de corrimãos, guarda-corpos e alambrado, uma pintura com tinta protetora promete dar mais durabilidade ao serviço que está sendo executado. Investimentos também estão sendo feitos no refeitório e na quadra esportiva. A escola contará ainda com uma sala especial para a educação física dos alunos. Ao todo, serão investidos aproximadamente R$ 325 mil na reforma e ampliação da Escola Estadual Cora Coralina.

Fonte: Seduc

Município assina ordem de reforma nas unidades de saúde e Lar do Bebê

Na próxima semana serão assinadas ainda as ordens de serviço das unidades USF Ernandes Índio, USF Nova Califórnia e USF Pedacinho de Chão

O prefeito Hildon Chaves autorizou a ordem de serviço para reforma de cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS) e também do Lar do Bebê. Serão beneficiadas as seguintes unidades: Abunã (no valor de R$ 265.938,41 mil); Aponiã (R$ 133.270,89 mil); Ronaldo Aragão (R$ 87.945,07 mil); Socialista (R$ 229.191,66 mil) e Hamilton Raulino Gondim (R$ 534.136,11 mil).

Na oportunidade também foi assinada ordem de serviço para o Lar do Bebê e na semana que vem serão assinadas as ordens de serviço das unidades USF Ernandes Índio, USF Nova Califórnia e USF Pedacinho de Chão.

O prefeito Hildon Chaves falou sobre as unidades de saúde Porto Velho que precisam de reformas e que todas enfrentam problemas de ordem estrutural. “Nós elaboramos projetos para reforma de praticamente todas as unidades que vão trazer mais conforto para a população. Nesse momento são cinco unidades, além do Lar do Bebê que já começam as obras imediatamente. E logo em breve mais unidades serão contempladas”.

O investimento para o pacote de obras de reforma das unidades de saúde é proveniente de emendas parlamentares do ex-deputado federal Lindomar Garçon. Ao todos, as cinco unidades cujas ordens de serviço foram assinadas hoje, vão custar o valor de R$ 1.249.482,14 milhão.

A secretária municipal de Saúde, Eliana Pasini, falou sobre o momento que a saúde passa com a pandemia e que a Prefeitura não mede esforços para atender a população em todos os bairros da capital e tratar as pessoas que estão precisando.

As unidades básicas continuam realizando todos os atendimentos, além dos casos de coronavírus, para garantir acesso da população à saúde. A Semusa está elaborando uma estratégia para garantir atendimento da comunidade durante o processo de reforma das unidades. Eliana Pasini pede que as pessoas continuem com os cuidados para evitar o contágio, lavando bem as mãos, usando álcool em gel, usando máscaras e evitando aglomerações.

A ordem de serviço para reforma geral da sede própria do Lar do Bebê será com recursos próprios da Prefeitura, no valor de R$ 197.229,71 mil. A unidade atualmente atende em uma casa alugada e quando finalizar a reforma retornará à sede própria, gerando economia no valor do aluguel. O Lar do Bebê é vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf).

A secretária municipal de Assistência Social e Família, Adriane do Nascimento Soares, diz que a obra é um marco de gestão. “O Lar do Bebê é uma unidade de acolhimento para crianças de 0 a 12 anos, que sofreram algum tipo de direito violado e por esse motivo ficam afastadas do núcleo familiar e passaram pelo Juizado da Infância e Juventude e por medida protetiva permanecem na unidade, com todo apoio técnico e referência até que haja decisão judicial para uma família extensiva ou para um retorno do núcleo familiar”.

Fonte Comdecom

%d blogueiros gostam disto: