Encontro de representantes de hotelaria e turismo discutem sobre retomada econômica na capital

O assunto foi tratado em encontro virtual promovido pela Prefeitura de Porto Velho.

A atualização do Plano de Turismo e a reativação do Conselho de Turismo foram itens indicados por representantes dos setores de hotéis e viagens como mecanismos que vão contribuir para a retomada da economia no período que virá após o controle da pandemia de Covid-19. O assunto foi tratado em encontro virtual, quarta-feira (7), promovido pela Prefeitura de Porto Velho.

A reunião faz parte de uma série que a Agência de Desenvolvimento de Porto Velho programou para dialogar com segmentos do setor produtivo em busca de contribuições para proporcionar um ambiente positivo nos negócios na fase pós-pandemia.

O estabelecimento de políticas públicas necessárias para superar o impacto causado na economia por conta das medidas de isolamento social em vigência é tratado como essencial pelo prefeito Hildon Chaves. A Agência de Desenvolvimento se encarrega do diálogo com os setores da classe empresarial para ouvir as demandas e sugestões.

O encontro virtual, de quarta-feira, reuniu representantes dos setores de hotelaria e turismo, além do Sebrae-RO e Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur).

Durante as discussões, foi apontada, também, a necessidade de nova capacitação dos atores que formam a cadeia do turismo no município.

O diretor técnico da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho, Guilherme Gonzales, vê contribuições importantes no processo de escuta dos setores. “O que há de mais nobre nestes encontros é entender a percepção dos empresários sobre como o poder público pode melhorar a prestação de serviços no contexto da retomada da economia com renda, trabalho e poder de compras”, explica.

Gonzales acrescenta que a partir deste entendimento com os diferentes setores, a Agência de Desenvolvimento fará o encaminhamento das demandas às secretarias municipais, para que cada uma, dentro de sua esfera de atuação e possibilidades de recursos, possa implementar as melhorias com foco no desenvolvimento econômico e qualidade de vida da população como um todo.


Nesta quinta (8), é a vez do encontro com representantes de bares e restaurantes. Para participar do Encontro Setorial deste segmento, basta fazer uma inscrição acessando o link a seguir: https://www.sympla.com.br/encontro-setorial–bares-e-restaurantes__1172932 . Foram programados 18 encontros com os setores que movem a economia em Porto Velho.

Confira os próximos encontros setoriais:
Lojistas – 13/04 às 16h
Vestuário – 15/04 às 16h
Conselhos Profissionais – 22/04 às 16h
Academias, Pilates – 04/05 às 16h
Bebidas – 05/05 às 16h
Comércio – 06/05 às 16h
Agropecuária – 11/05 às 16h
Indústria de base – 12/05 às 16h
Metal e Autopeças – 13/05 às 16h
Supermercados / Atacadistas – 14/05 às 16h
OAB/RO – 18/05 às 16h
Saúde e Beleza – 20/05 às 16h
Gráficos – 25/05 às 16h

Fonte: Comdecom

Hildon Chaves e representantes do MP discutem novas estratégias de fiscalização no combate ao covid

O prefeito disse que o município tem participado ativamente das operações conjuntas

As operações de combate às aglomerações de pessoas foram tema de reunião entre a Prefeitura de Porto Velho e o Ministério Público de Rondônia (MP/RO) na terça-feira (23). O prefeito Hildon Chaves recebeu em seu gabinete as promotoras Emília Oye e Flávia Barbosa para alinhar estratégias mais rigorosas de fiscalização como medida de controle ao avanço da Covid-19 na capital.

Foram discutidas novas atribuições dos órgãos municipais que participam da atividade fiscalizatória como Vigilância Sanitária Municipal, Departamento de Posturas e Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz). A recomendação do MP à Prefeitura é para que o trabalho que já vem sendo executado seja aprimorado e atualizado, levando em consideração a liberação de novas atividades.

CONTROLE

A promotora Emília Oye destacou a importância das ações educativas e de controle em atividades de maior impacto nos casos de concentração de pessoas como instituições de ensino, religiosas, supermercados, farmácias e shopping entre outros, além dos vendedores ambulantes que comercializam gêneros alimentícios.

O prefeito disse que o município tem participado ativamente das operações conjuntas, não medindo esforços para o controle da doença. “Vamos acentuar ainda mais a fiscalização, mas é importante que a população colabore e faça o seu papel. Nossos fiscais trabalham de domingo a domingo, empenhados nesta guerra, que é de todos nós”, concluiu Hildon Chaves.

Fonte: Comdecom

Energisa apresenta projeto de Iluminação Pública em Porto Velho

Representantes da empresa se reuniram com a prefeitura de Porto Velho para apresentar programa.

O prefeito Hildon Chaves se reuniu com autoridades na quinta-feira (17), para receber a apresentação sobre a finalização da obra de iluminação pública através do Programa de Eficiência Energética da ANEEL, executado pela Energisa Rondônia em Porto Velho.

Estiveram presentes na reunião o presidente da Energisa André Theobald, o presidente da Federação das Indústrias de Rondônia Marcelo Thomé, o coordenador de Grandes Clientes da Energisa, Daniel Andrade, o coordenador de Eficiência Energética da Energisa, Talis Henrique Sousa, o assessor institucional, Juscelino Amaral, o secretário geral de Governo, Basílio Leandro, o secretário adjunto geral de Governo, Devanildo Santana e o procurador geral do Município, José Luiz Storer Junior.

O projeto energético tem como objetivo promover eficiência do consumo de energia elétrica no município de Porto Velho através de substituição de lâmpadas antigas e instalação de novas luminárias LED. Foram instaladas 1.477 luminárias de LED nas Av. Jorge Teixeira, Av Imigrantes, Av Guaporé e Av Rio Madeira.

O investimento foi de R$ 2,4 milhões de reais para economizar energia com a estimativa de redução de até 925.798,94 kwh/ano de energia economizada. O que significa redução na fatura de iluminação pública de R$ 395.786,45 reais por ano. Uma economia proporcional ao consumo anual de 350 casas.

O prefeito Hildon Chaves fez um balanço da reunião. “Nesse Programa nós recebemos lâmpadas modernas que geram economia, quase 400 mil reais de economia por ano com esse tipo de iluminação. Foi uma boa parceria com a Energisa e nessa oportunidade também nos foi informado também que houve uma redução na conta de energia na casa dos 11% por conta do zoneamento geoeletro do nosso município”.

Fonte: Comdecom

Seas lança edital para compor representantes no Conselho de Assistência Social em RO

A eleição será realizada no dia 6 de janeiro de 2021, por meio de plataforma virtual, com abertura prevista para 14h. Serão eleitos seis novos membros, entre titulares e suplentes

A Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), por intermédio da Comissão Eleitoral do Fórum Estadual de Assistência Social, lançou edital de convocação para eleição dos representantes da Sociedade Civil Organizada, para compor o Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas/RO) .

Dentre as atribuições do Conselho estão aprovar e acompanhar a execução da Política Estadual de Assistência Social; assessorar os conselhos municipais de assistência social; a interlocução com os demais conselhos de políticas públicas setoriais; e fiscalizar as entidades e organizações de assistência social.

As inscrições dos representantes ou organizações de usuários, das entidades e organizações da assistência social, e das entidades e organizações dos trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (Suas) interessadas em participar do processo eleitoral deverão ser protocoladas diretamente ou feitas via postagem registrada, no endereço da secretaria do Conselho Estadual de Assistência Social, rua Duque de Caxias, nº 654, bairro Caiari em Porto Velho/RO – CEP: 76.801-170. Informações também podem ser obtidas pelo telefone (69) 3224-2486, na Casa dos Conselhos.

O prazo para as inscrições se encerra em 20 de novembro de 2020, com a apresentação da documentação exigida no Art. 5º do Edital de Convocação nº 2/2020/Seas-CeasRO.

A assembleia será realizada no dia 6 de janeiro de 2021, por meio de plataforma virtual, com abertura prevista para 14h. Serão eleitos seis novos membros, entre titulares e suplentes.

O Edital completo, com o cronograma e prazos pode ser consultado através do link: http://www.rondonia.ro.gov.br/publicacao/edital-no-02-2020-seas-ceasro-convocacao-para-forum-estadual-de-assistencia-social-e-assembleia-eleitoral-dos-membros-representantes-da-sociedade-civil-no-conselho-estadual-de-assistencia-social/

Fonte: Secom-RO

Presidente Laerte Gomes recebe representantes da classe de Oficiais de Justiça

Reunião tratou sobre projeto apresentado pelo Tribunal de Justiça que transfere funções da categoria aos Cartórios de Notas e Registros

Ainda para tratar do projeto apresentado pelo Tribunal de Justiça, que transfere as funções dos Oficiais de Justiça aos cartórios extrajudiciais, o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), nesta terça-feira (6), recebeu dirigentes da Associação dos Oficiais de Justiça de Rondônia (AOJUS-RO) e do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Rondônia (Sinjur) para ouvir as explanações da categoria.

Após os diálogos, o presidente Laerte Gomes se comprometeu com a classe ao afirmar que, antes de ser pautada pela Casa de Leis, a matéria tramitará na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e demais comissões pertinentes ao assunto em questão, caso seja necessário.

Posterior a isso, o parlamentar informou que dará oportunidade a todos os atores do processo para poderem debater o projeto, Oficiais de Justiça, Tribunal de Justiça e OAB.

“Feito isso vamos procurar fazer uma reunião conjunta para discutir o projeto com todos os deputados da Casa”, concluiu Laerte Gomes.

Participaram da reunião o presidente da AOJUS-RO, Valmor Xavier, o diretor de comunicação da associação, Rafael Campanha, a presidente do Sinjur, Gislaine Caldeira, os oficiais de justiça, Péricles José Queiroz, Patrícia Rafaella da Silva Batista, Galdiana dos Santos Silva e o assessor do deputado federal Léo Moraes, Oscar Netto.

Texto: Juliana Martins-ALE/RO

Reforma administrativa preocupa entidades que representam servidores

Texto permite o fim da estabilidade para quase a totalidade das categorias de serviço público.

O governo federal entregou na quinta-feira (3) a proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma administrativa ao Congresso Nacional.  Entre várias mudanças, o texto permite o fim da estabilidade para quase a totalidade das categorias de serviço público. Ou seja, o projeto flexibiliza a estabilidade de servidores por meio da mudança das classificação de carreiras típicas de Estado. Sendo assim, funções que correspondem na iniciativa privada poderão sofrer mudanças. A reforma ainda vai definir quais são esses cargos. O ponto é a principal preocupação de entidades representativas do serviço público.

Para o presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (Fenaprf), Dovercino Neto, o texto da reforma “é preocupante” no ponto de vista da quebra da estabilidade e pode prejudicar o desempenho do servidor. “Isso precisa ser feito com muito cuidado, é a estabilidade que permite a independência do servidor público em suas funções”, defendeu.Leia mais

O representante da Fenaprf aponta que o país precisa de uma reforma administrativa, mas acredita que deve acontecer um diálogo entre governo e trabalhadores públicos. “É possível ajustes ao longo do tempo, mas não houve essa possibilidade dialogar e sugerir melhorias. A opção agora é ir para o Congresso.”

De acordo com Luís Antônio Boudens, presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), a preocupação é a possível mudança nas carreiras típicas de estado.


A não inclusão de juízes e militares na reforma administrativa também causa discordância na Federação. “O governo, ao escolher essas categorias para diferenciar, acaba gerando uma desconfiança se a intenção é realmente valorizar o setor público”.

“Não há o menor sentido em separar um agente federal do perito ou do delegado e deixar apenas um como carreira típica de estado. No caso da polícia federal a carreira é uma só”, ressaltou.

O presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), Paulo Lino, reforça que uma reforma de gestão seria bem vinda para o serviço público, mas a que foi apresentada pelo governo pode favorecer o “clientelismo e a corrupção” dentro das instituições públicas.

Outro ponto que preocupa é o aumento do poder da Presidência da República na criação ou extinção de cargos ou estruturas da máquina pública, desde que não haja aumento de despesas.

“Se o presidente amanhecer de mau humor ele pode simplesmente decretar que um órgão está fechado. Isso é deixar na mão de uma pessoa uma canetada que pode alterar os rumos do setor público”, conclui.

Fonte: Congresso em Foco

Governo de Rondônia e representantes discutem sobre localização da ponte Brasil-Bolívia

O encontro da reunião aconteceu em Brasília.

A localização da ponte que vai interligar o Estado de Rondônia à Bolívia foi alvo de intensas discussões nas últimas semanas obteve o posicionamento formal do governo boliviano. As informações foram encaminhadas durante reunião entre o governador do Estado, coronel Marcos Rocha, o encarregado de Negócios do país, Wilfredo Rojo Parada, e a deputada federal Mariana Carvalho, em Brasília.

O representante boliviano Wilfredo Parada explicou que recebeu de seu país a incumbência de explicar a melhor geolocalização para a obra. Segundo ele, há um ponto de confluência comercial estabelecido há décadas entre dois municípios que possuem várias afinidades, que são Guayaramerín (Bolívia) e Guajará-Mirim (Brasil).

“As duas localidades aguardam esta ligação há muito tempo e já possuem uma infraestrutura importante que pode alavancar muito o desenvolvimento mútuo”, pontuou.

O governador informou que este é um pedido recorrente da população do Estado e que os dois lados podem caminhar juntos na definição da localização, mas deixou claro que a melhor saída é a construção da ponte binacional por Guajará-Mirim.

A ligação entre os dois países por Costa Marques, também foi mencionada, entretanto, os governos de Rondônia e da Bolívia concordam que uma ponte saindo de Costa Marques vai conectar a uma localidade boliviana sem infraestrutura correta e que vai precisar de muito mais recursos dos dois países.

“Neste momento, todos os esforços do Brasil e Bolívia são no foco da agenda da construção por Guajará-Mirim e vamos continuar até a inauguração. Costa Marques pode receber quem sabe no futuro outro projeto”, finalizou Marcos Rocha.

Participaram também da reunião, o secretário-chefe da Casa Civil, José Gonçalves da Silva Júnior, o superintendente Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), Sérgio Gonçalves da Silva, o secretário-chefe da Casa Militar, coronel PM Valdemir Carlos de Góes e o superintendente de Integração do Estado de Rondônia em Brasília, Augusto Leonel.

Fonte: Secom-RO

Semasf inicia plano de orçamento para 2021

Secretaria se reuniu nesta semana com representantes dos conselhos municipais do estado.

A Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), deu início nessa semana a uma série de reuniões com os representantes dos conselhos municipais, para discutir a elaboração do orçamento do próximo ano.

A primeira reunião com as instâncias de controle social será com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA e Conselheiros Tutelares, que ocorrerá nesta quinta-feira (6), às 15h, para discutir o orçamento da infância, juntamente com os técnicos da Semasf e na sequência os demais conselhos de direitos.

“As reuniões com o controle social são fundamentais nessa fase de elaboração das políticas públicas e do planejamento dos recursos, sendo primordial a contribuição e participação da sociedade civil por meio de suas demandas para o planejamento do próximo ano”, disse a secretária da Semasf, Adriane Soares.

Calendário de Reuniões

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA

Data: 06/08/2020

Horário: 15h

Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional – COMSEAN

Data: 07/08/2020

Horário: 10h

Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CMDPD

Data: 07/08/2020

Horário: 15h

Conselho Municipal do Idoso – CMI

Data: 10/08/2020

Horário: 10h

Conselho Municipal de Assistência Social – CMAS

Data: 11/08/2020

Horário: 15h

Fonte: Comdecom

%d blogueiros gostam disto: