Fale conosco pelo WhatsApp(69) 99916-3250

Rondônia reforça equipamentos de saúde em Guajará-Mirim e Nova Mamoré

Os equipamentos Serão utilizados nos leitos de tratamento intensivo para atender os contaminados pelo coronavírus.

Os Municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré, receberam os ventiladores pulmonares mecânicos e equipamentos hospitalares com o propósito de fortalecer as ações no combate ao coronavírus e garantir maior assistência à população. A entrega feita pelo governo do Estado na manhã do último sábado (20), visando o enfrentamento à Covid-19, prevendo menos impacto negativo à saúde.

A presença contou com o governador do Estado, coronel Marcos Rocha, e o secretário de saúde Fernando Máximo, no quartel do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) que também aproveitaram para esclarecer pontos verdadeiros sobre o Hospital Regional de Guajará-Mirim.

Foram entregues para o combate à Covid-19 equipamentos modernos tais como: um ventilador beira leito e um ventilador transporte para Guajará-Mirim; um ventilador beira leito e um ventilador transporte para Nova Mamoré; bem como quatro monitores cardíacos; aparelho de raio-X; camas; mesas de cabeceira; suportes de soro e escadas.

Todo material entregue pelo governador Marcos Rocha serão utilizados nos leitos de tratamento intensivo para atender os contaminados pelo coronavírus. Os ventiladores pulmonares mecânicos são equipamentos essenciais para tratar pessoas com a Covid-19 e que apresentem o sintoma mais grave da doença.

Os ventiladores de leito podem ser usados em ambiente hospitalar em pacientes de média complexidade de Covid-19 e em pacientes crônicos no atendimento domiciliar. Já os ventiladores de transporte são usados em pacientes que necessitam do suporte respiratório enquanto são deslocados em curtos trajetos ou por curtos períodos de tempo.

O governador Marcos Rocha ratificou a importância de vários equipamentos que foram entregues para potencializar a saúde e atender Guajará-Mirim e Nova Mamoré. “É a união de esforços que vai fazer a diferença para melhoria do atendimento e qualidade de vida à população”, disse o governador também lembrando do apoio que o Estado tem recebido do governo federal, da bancada federal e dos deputados estaduais no combate ao coronavírus.

Durante a entrega dos equipamentos, o secretário de Estado de Saúde, Fernando Máximo, lembrou que o governo já havia direcionando as atenções para Guajará-Mirim, quando lembrou da força tarefa realizada recentemente com vários profissionais que ficaram algumas semanas atuando diretamente no enfrentamento ao coronavírus no município.

O secretário enalteceu a parceria com a prefeitura para a realização de testagem rápida com o propósito de agir com maior rapidez no momento em que a pessoa e diagnosticada com o coronavírus.

HOSPITAL REGIONAL

Um dos assuntos mais comentados na cidade de Guajará-Mirim refere-se à conclusão da obra do Hospital Regional que é um tema polemico, uma vez que há 8 anos a unidade vem sendo esperada pela população. O governador Marcos Rocha colocou fim a uma polemica referente a uma suposta emenda de R$ 2,5 milhões anunciada por um parlamentar para que seja destinada ao Hospital Regional, deixando claro não ser verdade, detalhando, em seguida, todo o procedimento adotado pelo Estado e a transparência na destinação dos recursos oriundos de emenda da Bancada Federal.

Todos os recursos da emenda da Bancada Federal propostos foram distribuídos conforme cronograma feito tão somente para custeio do enfrentamento ao coronavírus.

Ainda sobre o Hospital Regional, a verdade é que a empresa não cumpriu com prazo para a conclusão da obra. Foi analisado nas últimas reuniões acerca do problema que a empresa pediu mais prazo, mas está sendo analisado que a mesma não teria possíveis condições de entregar a obra pronta.

A obra tem 80% de conclusão, mas há material que está sendo deteriorado e será feita outra licitação nos próximos meses com a proposta de ser lançado outro edital, cumprindo toda a parte burocrática para sanar o imbróglio jurídico. O secretário de Saúde, Fernando Máximo, ressaltou que a atual gestão do governo estadual está empenhada para resolver esse problema.

Fonte: Sesau

Prefeitura de Porto Velho recebe equipamentos para as unidades de saúde

Prefeito anunciou também a distribuição de kits de medicamentos difosfato de cloroquina 150 MG e dipirona

Nesta quarta-feira (17), o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, recebeu diversos equipamentos hospitalares sendo 20 respiradores e 10 mil kits para testes rápidos, além de 52 leitos hospitalares. A entrega ocorreu no almoxarifado da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Dos equipamentos, 12 já foram distribuídos. As Unidades de Pronto Atendimento (UPA) Sul e Norte já conta com suas unidades, sendo quatro em cada uma. Outros dois foram encaminhados para o distrito de Jaci-Paraná. Nos próximos dias, as Policlínicas Ana Adelaide e Dr. José Adelino receberão duas (2) unidades, respectivamente.

Kits de Respiradores Mecânicos

O prefeito, Hildon Chaves, anunciou também o início da distribuição de kits de medicamentos (12 comprimidos de difosfato de cloroquina 150 MG e frasco de dipirona 500MG/ML) para os pacientes que estejam com casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19) e, ocorrerão, mediante prescrição médica. O tratamento deve ocorrer durante os primeiros cinco dias.

Os investimentos vão contribuir para reforçar o atendimento à população. “Parte dos equipamentos vão para a nova UPA de Jaci-Paraná, os demais serão para substituição de leitos que estejam em situação precária e, ainda, contribuirão para ampliação dos leitos na rede municipal de saúde”, disse Hildon. Atualmente, Porto Velho disponibiliza aproximadamente 20 leitos de internação e, em paralelo, trabalha para viabilizar a oferta de novas unidades.

IMPASSE NACIONAL

Há uma força-tarefa da Semusa com a Superintendência Municipal de Licitações (SML) para tentar adquirir insumos que irão atender a demanda, mas há uma dificuldade nacional pelas fabricantes. “Há falta de medicamentos em todo o Brasil. As fábricas não estão dando conta de produzi-los na mesma proporção das necessidades, que ocorrem em situação de guerra como essa que vivemos no enfrentamento ao coronavírus. Mas, dentro do possível, a Prefeitura está fazendo a sua parte”, esclareceu o prefeito.

Fonte: Comdecom

Estado entrega respiradores mecânicos para Hospital Regional de Vilhena

Além de Vilhena, também foram entregues ao município de Pimenta Bueno e São Miguel do Guaporé.

Governador Marcos Rocha e Secretário Fernando Máximo

O governo de Rondônia entregou, na terça-feira de ontem (16), cinco respiradores mecânicos e medicamentos para atender os pacientes do Hospital Regional de Vilhena. A unidade é referência no estado e a maior do Sul de Rondônia, prestando atendimento emergencial e ambulatorial aos moradores da região.

No total, além de Vilhena, mais seis municípios utilizam-se da rede hospitalar para socorrer seus pacientes diagnosticados com o novo coronavírus.

O governador esteve acompanhado do secretário de Saúde, médico Fernando Máxino, que, durante coletiva de imprensa, destacaram sobre as ações de enfrentamento ao coronavírus, detalhando as estratégias adotadas pelo Governo de Rondônia.

Seguindo às normas da Organização Mundial de Saúde (OMS), a solenidade de entrega aconteceu na antiga Policlínica Oswaldo Cruz, reunindo um grupo reduzido de autoridades, evitando-se, assim, aglomerações.

Além dos cinco respiradores entregues à comunidade de Vilhena, o Governo de Rondônia viabilizou mais quatro aparelhos, sendo dois para Pimenta Bueno e dois para São Miguel do Guaporé, aparelhos oriundo do Ministério da Saúde.

Fonte: Secom/Ro