Presidente Alex Redano se reúne com a direção do Sinjur

Sindicato pediu a aprovação de uma matéria e a rejeição de outra, durante audiência com presidente da Assembleia Legislativa

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), se reuniu na tarde desta terça-feira (29), com diretores do Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judiciário do Estado de Rondônia (Sinjur). Na pauta, a discussão de duas matérias de interesse da categoria: o Projeto de Lei Complementar 102 e o Projeto de Lei Complementar 83, ambos já tramitando na Casa de Leis.

“É importante que todas as matérias que tratam de servidores públicos, de qualquer esfera, sejam amplamente debatidas, principalmente com os sindicatos que representam as categoria envolvidas. Quanto mais informações, melhor podemos ter a segurança na hora de debater e de apreciar os projetos”, destacou Redano.

Se reuniram com o deputado a presidente do Sinjur, Gislaine Caldeira, acompanhada dos diretores Orquídea Monteiro, Rafael Ricci e Jerdson Raiel Ramos, e do oficial de justiça Péricles Queiroz.

“Apresentamos ao presidente Alex Redano a necessidade de aprovação do PLC 102, que estende o benefício do auxílio saúde aos aposentados e pensionistas, como forma de fazer justiça e de corrigir uma distorção, ao nosso sentir”, explicou Gislaine.
O PLC 102/21 foi apresentado pelo Tribunal de Justiça e deverá ser votado antes do recesso parlamentar e o pedido do Sinjur é pela sua aprovação.

Já o PLC 83/20, que também é de autoria do Tribunal de Justiça, altera a Lei Complementar nº 94, de 3 de novembro de 1993 (Código de Organização e Divisão Judiciária do Estado de Rondônia – COJE) e a Lei nº 2.936 de 26 de dezembro de 2012, que dispõe sobre a fixação de emolumentos relativos aos atos praticados pelos serviços notariais e de registro, em face das disposições da Lei Federal nº 10.169, de 29 de dezembro de 2000. Esta matéria tramitou na Casa, mas não houve consenso e ela foi sobrestada. O pedido é para que a matéria não seja aprovada, pois prejudicaria os oficiais de justiça.

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Presidente Alex Redano se reúne com dirigentes lojistas, que apresentam o Move Varejo

Ação em Porto Velho vai fortalecer o comércio local em três datas do segundo semestre desse ano

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), se reuniu na tarde desta quarta-feira (02), com a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Porto Velho, Joana Joanora, o presidente da Associação Comercial de Rondônia (ACR), Vanderlei Oriani e a gerente comercial da CDL, Ivanilde Laureano.

No encontro, foi apresentado ao deputado a realização da campanha Move Varejo, idealizada pela CDL, que vai oferecer ofertas, promoções e sorteios, em três datas já definidas: Dia dos Pais, dia da Criança e em novembro, no chamado Black Friday.

“É importante que o comércio, que enfrenta muitas dificuldades com a pandemia, possa criar alternativas e mecanismos para atrair os consumidores, tomando os devidos cuidados, para fazer a economia girar e os empregos e as empresas sobreviverem”, destacou Redano.

Joana Joanora disse que o momento é de desafios, mas que o setor comercial tem buscado alternativas. “Com essa ação, o Move Varejo, vamos fortalecer as relações comerciais e atrair mais clientes, com a oferta de produtos e de condições, somado aos prêmios em vale-compras que iremos sortear entre os consumidores”, relatou.

Redano reforçou que a Assembleia está de portas abertas para contribuir com o comércio, seja ajudando a divulgar o Move Varejo e para outras ações. “Peço aos nossos consumidores, que puderem, prefiram comprar seus produtos no comércio local, pois é muito importante para a nossa economia”, finalizou Redano.

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

STF se reúne no dia 21 para julgar recurso que pode anular a delação de Cabral e livrar Toffoli de investigação

Os tais embargos foram endereçados ao ministro Edson Fachin

Em fevereiro de 2020, o procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou para o Supremo Tribunal Federal (STF) um recurso denominado embargos de declaração, contra a decisão que homologou a delação premiada de Sérgio Cabral.

O ex-governador do Rio de Janeiro está preso desde novembro de 2016 e já foi condenado em 13 ações penais. Somadas, as penas ultrapassam 280 anos de reclusão.

Os tais embargos foram endereçados ao ministro Edson Fachin e, até o momento, dormitavam em seu gabinete.

Com o pedido da Polícia Federal para que o ministro Dias Toffoli seja investigado, em razão da delação de Cabral, o ministro Fachin acaba de colocar para apreciação do plenário o recurso da PGR.

No próximo dia 21 de maio ocorrerá a votação.

Alguém tem dúvida do resultado?

Fonte: JCO

Jair Montes se reúne com sindicato dos policiais civis e Iperon

Parlamentar ressaltou a importância do diálogo entre entidades para resolver impasses

O deputado estadual Jair Montes (Avante) se reuniu, nesta quarta-feira (3), com os representantes do Iperon e do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Rondônia) para discutir a agilidade no parecer dos processos de aposentadoria da categoria dos Policiais Civis do estado que tramitam no Instituto.

De acordo com o deputado, a reunião ficou acertada após o Sinpol, em meados de janeiro, apresentar uma pauta de discussões que incluía a continuidade dos processos de aposentadoria.

“ O dialogo é sempre o melhor caminho para solucionar impasses, hoje conversando com os dois lados vimos que o Iperon tem avançado nos processos para diminuir o tempo de tramitação e isso dentro de suas limitações é importante reconhecer e outro ponto importante que faz parte da pauta e que vou levar ao Governador é a valorização salarial dos policiais com reconhecimento através do PCCR destes servidores, os policias civis tem um aliado saibam disso”, ressaltou ele.

Participaram da reunião: a Presidente do Iperon Maria Rejane Sampaio dos Santos Vieira, o Procurador do IPERON Roger Nascimento, José Ribeiro Diretor Financeiro do Sinpol, Adão James Pereira secretário geral do Sinpol, Andria Menezes representante da Polícia Civil.

Texto e foto: Assessoria

Luiz Coelho se reúne com moradores do ‘Morar Melhor’ para discutir demandas da comunidade

O residencial Morar Melhor fica na Zona Sul de Porto Velho

O candidato a vereador por Porto Velho, Luiz Coelho (PV), se reuniu nesta sexta-feira (23.10), com a comunidade do Morar Melhor para discutir problemas relacionados à infraestrutura local. O residencial Morar Melhor fica na Zona Sul de Porto Velho

O objetivo central do encontro foi discutir com as lideranças locais, pautas relevantes sobre implementação de políticas públicas eficazes que gere trabalho, emprego e renda para a população, assim como, políticas de qualificação profissional e de intermediação de mão de obra; políticas voltadas para a economia popular solidária; as políticas de incentivo ao primeiro emprego que gere rendas para as mulheres, jovens e criança da comunidade.

Os moradores do Morar Melhor estão apoiando a candidatura de Luiz Coelho e ao mesmo tempo reivindicando mais atenção das autoridades. Segundo a síndica Alzira Nascimento do residencial ‘Morar Melhor’, “nós fizemos diversas reivindicações, pedindo mais ações do poder público, porém, não fomos atendidos. Alzira Nascimento pediu ao candidato, melhorias e apoio para a comunidade. Ela sugeriu ainda que, caso ele seja eleito, Luiz Coelho, seja um elo entre os moradores e a prefeitura da capital”, disse.

Luiz Coelho, se comprometeu, reafirmando o seu compromisso com a comunidade, caso seja eleito, irá trabalhar para levar melhorias que a comunidade precisa, como creche, praça de alimentação, cursos profissionalizantes para as mulheres e jovens que precisam de uma oportunidade, disse o candidato. Segundo informações, cerca de oitenta por cento da comunidade são mulheres, mães de família e a grande maioria desempregadas.

Luiz Coelho, ressaltou a importância de conversar com os munícipes sobre os anseios da população. “Estamos reunidos com lideranças que ajudam a construir o mandato de um vereador, e, é obrigação do vereador assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais e o bem-estar de cada cidadão, além de promover o desenvolvimento e a igualdade social através de projetos que e uma boa aplicação dos recursos”.

É no âmbito municipal – e somente nele – que se desenrola a chamada vida real. É aqui que todos vivemos, que nascem as demandas e os conflitos políticos e se forjam as novas lideranças. Por essa razão, a sustentação fundamental da atividade política começa na vereança, no trabalho de base que esses representantes municipais fazem. São eles os mais próximos das demandas da comunidade, os que melhor lidam com as causas viscerais da sociedade. Por isso estou aqui, pedindo o seu voto para representá-los na câmara municipal, finalizou Luiz Coelho.  

da Redação/CN