Programa de apoio a micro e pequenas empresas fortalece pequenos negócios em RO

A iniciativa faz parte do Planejamento Estratégico do Governo de Rondônia que disponibiliza R$ 10 milhões em financiamento, com linhas de crédito de baixo custo.

A Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi) avança na consolidação do Programa de Apoio às Micros e Pequenas Empresas e Empreendedores de Pequenos Negócios do Estado de Rondônia (Proampe). Na última sexta-feira (26), o processo seletivo dos agentes de crédito foi concluído e seguirá para próxima etapa, o treinamento dos mesmos com duração de oito dias em imersão total.

O processo é gerenciado por uma empresa tecnicamente especializada, contratada por meio de processo público, seguindo normas estabelecidas na  Lei. O que reforça o compromisso firme do Poder Executivo com a transparência e qualidade das ações em prol dos rondonienses e do desenvolvimento do Estado.

Lançado em fevereiro, o programa vai impactar positivamente a economia ao incentivar o fortalecimento de pequenos negócios no Estado. A iniciativa faz parte do Planejamento Estratégico do Governo de Rondônia que disponibiliza R$ 10 milhões em financiamento, com linhas de crédito de baixo custo.

A taxa de juros anual máxima será igual à taxa do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic), acrescida de 1,25% sobre o valor concedido. O programa vai ofertar crédito de até R$ 30 mil para cada beneficiário, sendo a garantia dos financiamentos o aval de pessoa física, e o pagamento dos mesmos poderão ser feitos em até 36 parcelas.

Nesta primeira fase, o Proampe será implantado em 16 municípios. O objetivo do Governo é que até 2022, o programa possa atender aos 52 municípios do Estado, o que deve acontecer conforme as prefeituras forem aderindo ao programa.

Fonte: Sedi

Governo anuncia Conselho do Trabalho para fiscalizar as ações e serviços do Sine em RO

Durante reunião, foram apresentadas as ações do Sine e abordada a importância do Conselho para o acompanhamento e supervisão.

O Governo de Rondônia, por intermédio da Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi) lançou o Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda de Rondônia (Cetero), que tem como finalidade fiscalizar as ações e serviços do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

A coordenadora do Sine Estadual, Glenda Hara, destacou que o Conselho tem como missão dar a supervisão e orientação necessária para a execução dos recursos federais que serão destinados ao Sine, através do Ministério da Economia.

O cetero tem como missão supervisionar e orientar a execução dos recursos federais

Ela ainda destacou que na primeira reunião do Cetero houve votação para a escolha da presidência e vice-presidência, da comissão para analisar todos os estudos que deverão ser apresentados no conselho e a secretaria executiva. Durante a segunda reunião, foram apresentadas as ações do Sistema Nacional, e abordada a importância do Conselho para o acompanhamento e fiscalização dessas ações.

De acordo com o superintendente da Sedi, Sérgio Gonçalves, o Conselho do Trabalho vai de encontro com a política do Governo de Rondônia, que tem como objetivo focar em ações de emprego e renda. “Estamos buscando acelerar a modernização do Sine”, afirmou.

O Cetero é composto por 18 membros, sendo nove titulares e nove suplentes, representando cada órgão e entidade, da seguinte forma:

  • Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi);
  • Secretaria do Estado da Agricultura (Seagri);
  • Superintendência Regional do Trabalho de Rondônia (SRTRO);
  • Sindicato dos Empregados no Comércio de Bens, Serviços e Terceirizados no Setor de Porto Velho (Sindecom);
  • Sindicato dos Trabalhadores da Industria da Construção Civil do Estado de Rondônia (Sticcero);
  • Sindicato dos Empregados no Comércio Hoteleiro e Similares do Estado de Rondônia (SECHS/RO);
  • Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero);
  • Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio/RO);
  • Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia (Faperon).

Fonte: Sedi

Sedi promove live com o tema sobre retomada da economia em RO

Live será transmitida nesta sexta-feira 28, pelo Facebook.

A Superintendência Estadual de Desenvolvimento e Infraestrutura (Sedi) do Governo do Estado vem promovendo semanalmente lives voltadas para a retomada da economia em Rondônia.Nesta sexta-feira (28), às 18h30, uma live para falar sobre “O poder da inteligência emocional para a retomada da economia”, será transmitida através do Facebook da Superintendência.

De acordo com André Nunes, administrador e palestrante da live, para empreender, negociar e administrar é necessário partir de um olhar interno de quem nós somos, para assim olharmos para os outros e para os nossos recursos. A partir disso, é possível realizar planejamentos para a vida pessoal e profissional.

O superintendente da Sedi, Sérgio Gonçalves, destaca que a cada nova live a Superintendência busca trazer temas relevantes que possam somar na vida dos rondonienses. “Estamos vivendo um momento atípico, várias mudanças estão nos pegando de surpresa, e por esse motivo é necessário que possamos continuar trabalhando o nosso emocional para saber lidar com estes momentos de crises e enxergar as saídas para a retomada da economia”, afirmou.

PARTICIPANTES

A live será moderada pelo diretor executivo da Sedi, Anderson Augusto, formado em economia, assessor de investimentos, com formação em mercados de capitais e operador de bolsa de valores, empresário no ramo do turismo.

  • Sérgio Gonçalves: superintendente de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura do Estado de Rondônia, especialista em finanças, gestão executiva e gestão de varejo, ampla vivência como executivo de empresa nacional e multinacional;
  • Cristiane Farias: diretora executiva da Crisfarias Neurolinguagem e coaching, vice-presidente da ABRH-RO, consultora e master coach da Clínica Multiplik Saúde.
  • André Nunes: graduado em administração e teologia, com especialização e MBA em Marketing e mestrado em divindade. Possui 20 anos de experiência em educação familiar.

Fonte: Sedi

%d blogueiros gostam disto: