Seduc anuncia Retorno das Aulas Presenciais dia 9 de agosto em RO

O retorno nas unidades públicas estaduais será de forma híbrida (presenciais e não presenciais para os estudantes) e gradual.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), anunciou nesta terça-feira (20), a execução do Plano de Retorno das Aulas Presenciais na rede pública estadual de ensino para o próximo dia 9 de agosto de 2021.

O Plano foi elaborado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e contou com a cooperação dos órgãos de controle e outras entidades públicas e da sociedade, respeitando os protocolos sanitários, visando a segurança dos trabalhadores em educação, assim como dos estudantes. No próximo dia 27 de julho será feito o acolhimento do professores e servidores das escolas.

O retorno das aulas presenciais nas unidades públicas estaduais de ensino será de forma híbrida (presenciais e não presenciais para os estudantes) e gradual. Inicialmente retorna 25% da capacidade da sala de aula mantendo o distanciamento de 1 metro entre as carteiras. Serão priorizados os 2º, 5º, 6º e 9º ano do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio. E os professores terão sua carga horária dividida entre atividades presenciais e não presenciais para que não haja sobrecarga de trabalho.

Cada família tem a opção de retornar às atividades dos estudantes nas escolas ou manter os estudos em casa, pois as unidades escolares permanecerão ofertando as aulas remotas e atividades impressas.

“Aqueles que retornam as rotinas presenciais nas escolas da rede pública estadual, vão encontrar um ambiente adaptado, com novos lavatórios, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), álcool líquido e em gel, e tudo que for necessário para seguirmos bravamente esse período diferente da nossa história”, disse o governador Marcos Rocha.

Durante todo esse período em que as escolas estiveram fechadas, o Governo do Estado aproveitou para adaptar a escolas públicas estaduais para o novo normal, de acordo com as orientações exigidas pelos órgãos de controle de saúde sanitária para atender à comunidade escolar neste retorno com mais segurança, visando resguardar a saúde dos estudantes e profissionais da educação.

Assim como o Plano de Retorno, a Seduc já disponibilizou em seu site oficial o Plano de Operacionalização do Retorno às Aulas Presenciais, na área de Ações da Seduc voltadas à covid-19, menu de Planos e Protocolos, disponível para todos.

Fonte: Secom-RO

Seduc promove capacitação de protocolos sanitários para volta às aulas em RO

O Evento é direcionado aos gestores da Educação de cada município e aos membros que compõem as mencionadas comissões.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), com o apoio do Tribunal de Contas (TCE), do Ministério Público (MP) e do Instituto Articule, realiza nesta terça-feira (13), das 14h às 17h a capacitação on-line para os membros das Comissões Municipais, responsáveis por monitorar os protocolos sanitários para o retorno seguro às aulas presenciais.

O evento consiste na formação de comissões formalizadas no âmbito de cada Secretaria Municipal, sob a liderança geral da Seduc. O assessor técnico da Seduc, Valmir Souto, destacou que a finalidade é a verificação nos locais de ensino, por meio de questionários específicos, elaborados com base nos protocolos de segurança para o retorno presencial das atividades escolares. “Para a devida formação e constituição das comissões locais, que irão desenvolver os trabalhos, será necessária a realização da capacitação a fim de que a Coordenação-Geral (Seduc) esclareça todos os aspectos quanto à estratégia planejada e seus objetivos”.

O Evento é direcionado aos gestores da Educação de cada município e aos membros que compõem as mencionadas comissões. Os interessados devem se inscrever por meio de link disponibilizado pela Escola Superior de Contas (ESCon/TCE), no endereço: https://sophos.tcero.tc.br/sophos/index.jsf, ou podem conferir o Passo a Passo de como se inscrever no webinário. A transmissão será feita pelo YouTube.

Fonte: Seduc

Estudantes das escolas estaduais da Zona da Mata são beneficiados com kits merenda escolar

No total 8.991 kits de merenda escolar oriundos da agricultura familiar foram entregues

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) distribuiu ,nos primeiros meses desse ano, 8.991 kits de merenda escolar oriundos da agricultura familiar, nas 22 unidades escolares vinculadas à Coordenadoria Regional de Educação (CRE) de Rolim de Moura que incluem os municípios de Castanheiras, Novo Horizonte do Oeste, Nova Brasilândia do Oeste e Santa Luzia do Oeste.

A coordenadora da CRE de Rolim de Moura, professora Rita Degam, acentua que cada gestor escolar realizou o cronograma de entrega, seguindo os protocolos de combate a pandemia do novo coronavírus e evitando aglomeração.

Cada escola possui cardápios específicos e dessa forma os gêneros alimentícios foram adquiridos conforme orientação da Subgerência de Alimentação escolar. Entre os gêneros mais comuns dessa cesta entregue estão: laranja ou tangerina, polpa de fruta para suco, iogurte, filé de Tambaqui, mandioca, banana e tomate, entre outros.

O Governo de Rondônia, tem ajudado as famílias com os kits e buscado fomentar a economia local por meio da agricultura familiar ao adquirir os produtos e distribuir para a comunidade escolar. As Escolas da CRE de Rolim de Moura utilizaram R$ 272.278,73 (duzentos e setenta e dois mil e duzentos setenta e oito reais e setenta e três centavos) do PNAE e R$ 139.092,17 (cento e trinta e nove mil noventa e dois reais e dezessete centavos) do PEALE, totalizando R$ 411.370,90 (quatrocentos e onze mil, trezentos e setenta reais e noventa centavos), injetados no comércio local.

Fonte: Seduc

Cone Sul inicia imunização contra a covid-19 em servidores da Educação

A ordem é que primeiro sejam imunizados os profissionais que atuam em creches.

Seguindo a atualização do Ministério da Saúde (MS) em relação ao Programa Nacional de Imunização (PNI), o Governo de Rondônia autorizou no último dia 28 a imunização dos professores e demais profissionais da Educação. De acordo com a Agência Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia (Agevisa), órgão responsável pela distribuição dos insumos na região, 360 doses foram encaminhadas ao Cone Sul para atender os setes municípios nessa primeira etapa.

Em Vilhena, 180 profissionais deverão ser vacinados. A distribuição aos municípios já foi realizada, sendo 45 doses para Cerejeiras, 30 doses para Cabixi, 25 doses para Chupinguaia, 40 doses para Colorado do Oeste, 25 doses para Corumbiara e 15 doses para Pimenteiras do Oeste.

Devem ser vacinados os professores e funcionários ativos das escolas públicas e privadas do ensino básico, sendo creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizante, EJA, e ensino superior. Os faxineiros, agentes de portaria e servidores de apoio e manutenção de uma instituição de ensino também fazem parte do grupo. A imunização deve priorizar os cidadãos entre 18 e 59 anos, e a aplicação do procedimento será de maneira decrescente (a começar pelos indivíduos de mais idade). A ordem é que primeiro sejam imunizados os profissionais que atuam em creches.

No município de Vilhena, as vacinações serão realizadas em dois polos, na Universidade Norte do Paraná (Unopar) e Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). Nesta sexta (4) a imunização dos professores de educação infantil, creches e pré-escolas, acontecerão na Unopar, das 8h às 11h e das 14h às 17h.

Na segunda-feira (7), professores do ensino municipal fundamental I e II e Educação de Jovens e Adultos (EJA) municipal, na Unesc. E para os educadores da rede estadual fundamental II e médio, e APAE, na Unopar.

Na terça-feira (8), os servidores do ensino municipal fundamental I e II, na Unopar.

Na quarta-feira (9), na Unesc, servidores do ensino particular fundamental e médio. E na Unopar, servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro) e escolas profissionalizantes (Senac, Sesc Ler, Sest, Senat).

Os servidores do ensino superior serão vacinados na quinta-feira (11), na Unesc.

Os servidores devem apresentar uma declaração informando à unidade que atua disponível no link  www.bit.ly/declaracaocovideducacao, acompanhada dos documentos: Cadastro de Pessoa Física (CPF), documento com foto, cartão de vacina, cartão do SUS e comprovante de residência.

Na próxima etapa serão vacinados os servidores da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), da Coordenadoria Regional Educacional e servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed), como também os autônomos que deverão ser vacinados conforme a chegada dos novos lotes.

Fonte; Seduc

Seduc realiza “1º Simulado Digital 2021” para o Enem

Resultados serão divulgados no dia 7 de junho.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), está realizando de 17 a 20 de maio de 2021 o “1º Simulado Digital Estadual” de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para os estudantes do 3º ano do Ensino Médio Regular das Escolas da Rede Estadual. As provas de Linguagens e Ciências Humanas serão aplicadas na plataforma Revisa Enem (https://ro.revisaenem.com.br/login), nos dias 17 e 18 de maio. Nos dias 19 e 20 acontecem as provas de Ciências da Natureza e Matemática.

O estudante deve se cadastrar, acessar a plataforma e realizar a prova dentro do horário de 7h às 22h. Ao iniciar o simulado, o estudante terá o tempo para conclusão de 4h. Após a conclusão, será necessário clicar no botão “enviar prova’.

De acordo com gerente de Educação Básica, Rosane Seitz, os simulados preparatórios fazem parte do projeto “Trilhando Rumo ao Enem #AgoraVai2021”, e se tornou um recurso essencial para que os estudantes conheçam o estilo do exame, pratiquem a leitura e a resolução de questões, aprendendo a manter o foco e a concentração, a fim de garantir um bom desempenho na avaliação.

O resultado será divulgado no dia 7 de junho. Através da plataforma, os estudantes vão receber a pontuação obtida por área de conhecimento e a pontuação da redação. Os estudantes com as 10 melhores notas do Estado receberão certificados e premiações.

O “Simulado Digital Estadual 2020” obteve duas edições organizadas pelas Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). Mais de oito mil estudantes realizaram as provas.

Fonte: Seduc

Seduc destina equipamentos para atender escolas do município de Cerejeiras e região

As unidades estão sendo equipadas com centrais de ares-condicionados, bebedouros, ventiladores e reformas em geral

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), vem realizando um amplo trabalho de estruturação às escolas estaduais providenciando equipamentos novos para atender as principais prioridades da rede pública de ensino.

Mantendo um formato de modernização e visando conforto e qualidade de ensino aos estudantes após a pandemia, as unidades vêm sendo equipadas com centrais de ar-condicionados, bebedouros, ventiladores e reformas em geral.

A COORDENADORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE CEREJEIRAS (CRE) RECEBEU OS EQUIPAMENTOS QUE ATENDERÃO 14 ESCOLAS. A UNIDADE FOI CONTEMPLADA COM 39 CENTRAIS DE AR-CONDICIONADO, 40 CARTUCHOS DE TONER, 50 VENTILADORES, 19 TELAS DE PROJEÇÃO, 2 BEBEDOUROS E 3 PROJETORES /DATASHOW.

A coordenadora da CRE de Cerejeiras, professora Marlene Ribeiro destaca a importância de manter as escolas prontas e preparadas para receber os alunos quando as aulas retornarem. “Essas aquisições ofertarão aos estudantes e servidores um ambiente mais acolhedor e propício à aprendizagem”.

Marlene também destaca que além de equipamentos, as escolas também estão sendo abastecidas com livros didáticos, treinamentos e formações pedagógicas aos educadores visando sempre o fortalecimento da educação em Rondônia.

Fonte: Seduc

Seduc incentiva aulões virtuais para preparação para do Enem 2021 em Cacoal

As videoaulas estão sendo realizadas pelo canal da Coordenadoria Regional de Educação no YouTube e terão cinco aulões.

Com o objetivo de reforçar a aprendizagem e a preparação de estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) tem incentivado as Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) a realizarem atividades extras junto aos alunos. Em Cacoal, a CRE deu início a uma série de aulões preparatórios. Em 2021, estão previstos cinco aulões.

O primeiro, de História, já foi realizado e soma mais de 1.300 visualizações. As videoaulas estão sendo realizadas pelo canal da Coordenadoria Regional de Educação no YouTube e vão continuar à disposição de estudantes que querem fazer o Enem. No mundo virtual, a revisão do conteúdo poderá ser feita a qualquer momento.

“A cada aulão, a nossa expectativa é atender uma média de mil alunos, aqui da nossa regional. Hoje, aqui, o 3º ano do Ensino Médio é ofertado em cinco escolas regulares e três instituições que atendem a educação de jovens e adultos. Mas, queremos que os estudantes de todo o Estado se sintam convidados a participar, tendo a oportunidade de se preparar ainda mais para o Enem 2021”, convida o coordenador da CRE em Cacoal, Severino Bertino Neto.

Para o êxito dos aulões virtuais, uma equipe planeja, organiza, divulga e coordena as atividades que tem uma duração média de uma hora e vinte minutos. Os professores também tem se dedicado ao máximo, trazendo bastante conhecimento e conduzindo com maestria as aulas on-line. 

“A proposta dos aulões é que a cada live sejam tratados novos temas interdisciplinares com professores diferentes para a discussão de diversos assuntos abordados no Enem”, destaca a gerente pedagógica da CRE Cacoal, Keler Trevisani.

Keler comenta ainda que os professores são dinâmicos e trazem dicas que são importantes na resolução da prova e na superação do desafio que este exame significa para os estudantes.

Após o sucesso do primeiro aulão de História, toda a equipe agora se prepara para o aulão de Matemática que acontece no dia 12 de maio, a partir das 19h. Já estão com datas marcadas também os aulões de Física, no dia 22 de junho, de Química e Biologia, dia 16 de setembro e de Linguagens e Redação, no dia 23 de novembro.

“A Seduc, tem investido fortemente na melhoria da Educação Pública. Podemos citar as capacitações oferecidas aos profissionais e também o apoio pedagógico. Recebemos materiais adquiridos não só para o Ensino Médio, que são as apostilas do Revisa Enem e Revisa Mais, mas também o material didático destinado ao Ensino Fundamental, com Microkids e a Coleção Diálogos. São investimentos que fazem a diferença no ensino-aprendizagem”, finalizou Bertino, coordenador em Cacoal.

Fonte: Seduc

Materiais pedagógicos são distribuídos para escolas da Rede Estadual de Ensino em RO

Para garantir aos estudantes uma revisão ampla para melhores resultados, estão sendo distribuídos 13.980 kits Revisa Enem

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc), distribui às escolas estaduais materiais didáticos atualizados e equipamentos pedagógicos, como livros para auxiliar os estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021, livros paradidáticos e laboratórios móveis completos de Ciências e Biologia, trabalhado para atender a todos os estudantes da Rede Estadual de Ensino, dando continuidade aos investimentos na Educação, mesmo com as dificuldades causadas pela pandemia.

Esse investimento é de suma importância para o processo educacional dos alunos de todos os níveis de Ensino. Com recurso próprio do governo estadual de mais de R$ 12 milhões na aquisição de mais de 80 mil exemplares materiais pedagógicos, o Ensino Fundamental do Estado conta com novos livros paradidáticos e materiais de apoio para melhorar o desempenho escolar e fortalecer as habilidades de leitura e matemática.

Ao Ensino médio foram destinados mais de seis mil unidades de livros paradidáticos e cerca de 40 mil exemplares de materiais pedagógicos de apoio, que incluem materiais de educação básica, para atender todos alunos do semestral e modular do Educação para Jovens e Adultos (EJA), e livros para auxiliar no preparatório para o Enem, como as coleções de kits compostos por livros e DVDs  que contêm as quatro áreas do conhecimento: Linguagens, Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza, com plataforma de estudos para auxiliar os estudantes do segundos e terceiros anos do Ensino Médio, para garantir uma revisão ampla, para melhores resultados, sendo ao todo distribuídos cerca de 13.980 kits “Revisa Enem” e 23.800 kits coleção “Revisa Mais”, contando com um investimento próprio de mais de R$ 17 milhões, para fortalecer a qualidade da Educação.

Além disso, as escolas da Rede Estadual estão recebendo laboratórios móveis equipados, desempenhando um papel importante no apoio aos professores, onde ao todo foram adquiridos 180 laboratórios.

Todos os materiais didáticos e equipamentos móveis já estão sendo entregues às Coordenadorias Regionais de Educação (CREs)da Seduc, que por sua vez distribui às escolas da Rede Estadual.

Fonte; Seduc

Seduc realiza entrega de materiais de insumos as prefeituras no combate à Covid para retomada das aulas presenciais em RO

Milhares de litros de álcool em gel e líquido foram entregues

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) iniciou nesta semana a entrega de insumos aos 52 municípios do Estado. Esses materiais fazem parte do Termo de Cooperação técnica firmado entre Estado e Municípios, o qual entra em prática assim que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) constatar redução segura dos casos de contaminação causada pela Covid-19.

De acordo com o cronograma de entrega gerenciado pela Seduc, os municípios de Porto Velho, Vale do Paraíso e Pimenta Bueno já retiraram as partes que lhe cabem dos insumos. O Gerente de Almoxarifado e Patrimônio, Tenente Batista Neto, explicou que a prefeitura de Porto Velho teve acesso a 135 mil litros de álcool em gel e líquido, um investimento de R$ 738 mil. A Secretária de Educação de Porto Velho, Glaucia Negreiros agradeceu a cooperação e acrescentou que 1.041 escolas urbanas e rurais serão beneficiadas com os materiais. “Este é um momento excepcional de pandemia e precisamos aumentar os cuidados dos nossos ambientes escolares”, destacou.

Ao município de Vale do Paraíso foram destinados aproximadamente 2.880 mil litros de álcool em gel e líquido, um investimento total de R$ 15.630 mil. O vice-prefeito de Vale do Paraíso, Adriano Roxa, agradeceu a parceria e relatou que quatro escolas serão beneficiadas.

Mais de R$ 72 mil foram investidos em álcool em gel e líquido e entregues à prefeitura de Pimenta Bueno. A Secretária de Educação do município, Marcilene Rodrigues, agradeceu o Governo pela iniciativa e destacou a importância da cooperação nesse período de pandemia. “Essa cooperação é muito importante para nós. Em Pimenta Bueno, 19 escolas serão beneficiadas, um total de 4,5 mil estudantes”, detalhou.

Fonte: Seduc

Educação: Aulas na rede estadual iniciam nesta segunda-feira (22) em RO

De acordo com a secretária de educação, assim como a abertura do ano letivo 2021, as aulas também iniciam de forma remota.

A expectativa para o início das aulas na Rede Estadual de Ensino é grande, e na próxima segunda-feira (22), o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), vai fazer a live de abertura oficial ano letivo 2021, nos estúdios da Mediação Tecnológica em Porto Velho.

A solenidade será transmitida pelo canal da Mediação Tecnológica (RO) e pela página oficial da Seduc nas redes sociais a partir das 9h da manhã. Diferente dos anos anteriores, a abertura vai ser realizada de forma on-line, para evitar aglomerações em virtude do momento pandêmico causado pela Covid-19. A população pode acompanhar virtualmente a solenidade de abertura pelo computador, tablet ou celular.

De acordo com o secretário da Educação, Suamy Vivecananda, a Seduc já realizou o acolhimento e formação dos profissionais da Educação da Rede Estadual, para auxiliar no desenvolvimento de ações e integração de toda a comunidade escolar na realidade atual.

Assim como a solenidade de abertura do ano letivo de 2021, neste primeiro momento, as aulas também iniciam de forma remota (on-line e offline), para preservar a saúde dos estudantes e da sociedade de uma forma geral.

O titular da pasta da Educação, ressaltou ainda que a Seduc está realizando estudos junto aos municípios para o possível retorno das aulas presenciais de forma escalonada, iniciando pelos 3º anos do ensino médio e na sequência os 9º anos do ensino fundamental, respeitando todas fases e as orientações sanitárias de combate ao coronavírus.

Fonte: Seduc