Começa a segunda etapa de dose da vacina contra covid em Porto Velho

A segunda dosagem da vacina segue para os profissionais de saúde.

A Prefeitura de Porto Velho iniciou, na segunda-feira (15), a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 na capital, para os profissionais de saúde que trabalham no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e de outras sete unidades de saúde do município.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), receberam a segunda dose os profissionais que participaram da solenidade que abriu a campanha de vacinação, em janeiro. São utilizadas, nesta etapa, doses da CoronaVac, imunizante fabricado pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac.

Segundo a gerente de imunização da Semusa, Elizeth Gomes, a partir de agora a campanha entra numa etapa de vacinação paralela, ou seja, os profissionais que receberam a primeira dose começam a receber a segunda, mas quem ainda não foi imunizado irá receber a primeira dose. “Nessa ída da segunda dose, a gente vai vacinando aqueles que ainda não receberam a primeira dose. Chegando outras doses, abriremos para outras faixas de idade para os idosos”, explica.

Os próximos grupos contemplados com a vacina serão informados antecipadamente ao início de novas etapas da campanha, sempre através dos canais de comunicação oficiais da Prefeitura de Porto Velho.

A Semusa reforça que a segunda dose da vacina está garantida para todos os que receberam a primeira dose do imunizante. A estratégia para esta etapa será a mesma adotada até aqui, ou seja, as equipes de vacinação itinerantes vão aplicar a vacina dentro das unidades com agendamento prévio e dentro do intervalo estabelecido entre as duas doses.

Segue o cronograma abaixo para segunda dose:

15/02 – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)
17/02 – Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Leste
17/02 – Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Sul
17/02, 18/02 e 19/02 – Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron)
18/02 – Unidade Básica de Saúde Manoel Amorim de Matos
18/02 e 19/02 – Hospital de Campanha de Porto Velho

A vacinação dos profissionais de saúde dessas unidades acontece das 09h às 16h.

Em Porto Velho, a segunda aplicação da vacina CoronaVac será realizada com 28 dias contados a partir da primeira dose, conforme orientação do Informe Técnico do Ministério da Saúde. Desde o primeiro dia da campanha de vacinação contra a Covid-19, a Semusa já imunizou 11.675 pessoas dos grupos prioritários.

Fonte: Comdecom

Enem digital testa hoje conhecimentos em matemática e ciências

Portões abrirão às 11h30 e receberão alunos até 13h

Termina hoje (7) a aplicação do primeiro Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital. Participantes de 104 cidades fazem as provas de matemática e ciências da natureza. Eles terão cinco horas para resolver 90 questões. Assim como no primeiro dia de exame, poderão levar caneta preta, dessa vez, para fazer os cálculos à mão, na folha de rascunho. 

Os portões abrem às 11h30 e fecham às 13h, no horário de Brasília. A prova de hoje termina às 18h30. No último domingo, os candidatos fizeram as provas de linguagens, ciências humanas e redação. 

Para garantir a segurança, os participantes recebem, no momento da prova, um código que precisam digitar na tela antes de começar o exame e também quando finalizam o certame.

Os computadores só têm acesso às provas. Os candidatos não têm acesso, por exemplo, à internet ou à calculadora. Na tela, quando a prova começar, aparecerão todas as questões. Será possível selecionar qual dos cadernos será resolvido. O sistema também permite que o candidato escreva na tela com o mouse e que marque as questões para depois poder voltar nelas, por exemplo. 

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), cerca de 30 mil candidatos fizeram o Enem digital no primeiro dia de aplicação, o que corresponde a aproximadamente 32% do total de 93 mil inscritos.

A aplicação piloto do Enem digital deverá ser o início das mudanças no Enem. A intenção é que o exame seja totalmente digital até 2026.

Covid-19

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o Enem tem regras especiais de biossegurança. Este ano, além do documento oficial de identificação com foto e da caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente, a máscara de proteção facial passa a ser obrigatória.

É recomendado que os participantes levem máscaras extras para trocar durante a prova. Eles deverão permanecer de máscara, cobrindo o nariz e a boca, durante toda a aplicação do exame. Haverá nos locais de prova álcool em gel para que os estudantes higienizam as mãos, mas é permitido que os participantes levem seu próprio produto caso desejem. Os computadores serão separados por espécies de cabines, para ajudar na proteção dos participantes. 

Quem tiver com sintomas de covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa não deve comparecer ao exame. A medida é necessária para que o vírus não se espalhe e mais pessoas sejam contaminadas. Nesses casos, os candidatos poderão fazer a prova na data da reaplicação, nos dias 23 e 24 de fevereiro. Para isso, poderão fazer o pedido pela Página do Participante entre os dias 8 e 12 de fevereiro.  

O que levar 

A lista do que pode ou não também é semelhante ao Enem impresso. Os participantes podem levar também a própria água e/ou bebidas não alcoólicas e lanche. 

Além disso, caso necessitem comprovar que participaram do exame, os estudantes podem, na Página do Participante, imprimir a Declaração de Comparecimento para cada dia de prova, informando o CPF e a senha. A declaração deve ser apresentada ao aplicador na porta da sala em cada um dos dias. Ela serve, por exemplo, para justificar a falta ao trabalho. 

Enem 2020

O Inep vai divulgar os cadernos de provas do Enem digital logo após o fim da aplicação, como ocorreu no primeiro dia do exame. Eles estarão disponíveis no site do Inep, onde poderão ser baixados. Ao contrário do Enem impresso, já que a prova será no computador, os participantes não poderão levar os cadernos de prova. Os candidatos podem, no entanto, anotar as respostas na folha de rascunho. Os gabaritos oficiais serão divulgados até 10 de fevereiro. 

O Enem 2020 tem uma versão impressa, que foi aplicada nos dias 17 e 24 de janeiro, e uma versão digital. Cerca de 2,5 milhões de estudantes fizeram as provas do Enem impresso, o equivalente a menos da metade dos inscritos. 

O exame, tanto o impresso quanto o digital, foi suspenso no estado do Amazonas e o impresso foi suspenso em Rolim de Moura (RO) e em Espigão D’Oeste (RO) devido aos impactos da pandemia nessas localidades. Esses estudantes poderão fazer as provas também na reaplicação. Segundo o Ministério da Educação, foram cerca de 20 ações judiciais, em todo o país, contrárias à realização do exame.

Fonte: Agência Brasil

Segundo dia do Enem digital será neste domingo

Estudantes serão avaliados por seus conhecimentos sobre matemática e ciências da natureza no exame

Neste domingo (7) será o segundo dia de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital. Esta é a primeira edição do exame, que é aplicado de forma piloto para um número reduzido de participantes. As notas poderão ser usadas para concorrer a vagas no ensino superior. Assim como no primeiro dia de aplicação, os participantes poderão levar caneta esferográfica de cor preta, dessa vez para fazer os cálculos em folha de rascunho.

Neste segundo dia de aplicação, os candidatos farão as questões de matemática e ciências da natureza. No último domingo (31), fizeram as provas de linguagens, ciências humanas e redação. O número de questões objetivas, 90 por dia, o tempo de prova e os horários de aplicação são os mesmos do Enem impresso. Os participantes terão, amanhã, cinco horas para resolver as questões. Os portões abrem também às 11h30 e fecham às 13h, no horário de Brasília.

As questões objetivas serão todas marcadas na tela, e os participantes não precisarão preencher o cartão-resposta à mão. A caneta poderá ser usada para fazer os cálculos das provas de exatas à mão na folha de rascunho que receberão.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), cerca de 30 mil candidatos fizeram o Enem digital, o que corresponde a aproximadamente 32% do total de 93 mil inscritos.

A aplicação piloto do Enem digital deverá ser o início das mudanças no Enem. A intenção é que o exame seja totalmente digital até 2026.

O que levar

A lista do que pode ou não também é semelhante ao Enem impresso. Por conta da pandemia do novo coronavírus, o Enem terá regras especiais de biossegurança. Este ano, além do documento oficial de identificação com foto e da caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, itens obrigatórios também nos exames anteriores, a máscara de proteção facial passa a integrar essa lista.

É recomendado que os participantes levem máscaras extras para trocar durante a prova. A máscara deve ser usada da maneira correta, cobrindo o nariz e a boca. Caso o participante desobedeça as regras, será eliminado. Haverá nos locais de prova álcool em gel para que os estudantes higienizam as mãos, mas é permitido que os participantes levem seu próprio produto caso desejem.

Os participantes podem levar também a própria água e/ou bebidas não alcoólicas e lanche. Além disso, caso necessitem comprovar que participaram do exame, os estudantes podem, na Página do Participante, imprimir a Declaração de Comparecimento para cada dia de prova, informando o CPF e a senha.

A declaração deve ser apresentada ao aplicador na porta da sala em cada um dos dias. Ela serve, por exemplo, para justificar a falta ao trabalho.

É importante lembrar que participantes que estiverem com sintomas de covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa não devem comparecer ao exame. A medida é necessária para que o vírus não se espalhe e mais pessoas sejam contaminadas. Nesses casos, os candidatos poderão fazer a prova na data da reaplicação, nos dias 23 e 24 de fevereiro. Para isso, poderão fazer o pedido pela Página do Participante. O pedido deve ser feito entre os dias 8 e 12 de fevereiro.  

Enem 2020

O Inep vai divulgar os cadernos de provas do Enem digital logo após o fim da aplicação, como ocorreu no primeiro dia do exame. Eles estarão disponíveis no site do Inep, onde poderão ser baixados. Ao contrário do Enem impresso, já que a prova será no computador, os participantes não poderão levar os cadernos de prova. Os candidatos podem, no entanto, anotar as respostas na folha de rascunho. Os gabaritos oficiais serão divulgados até 10 de fevereiro.

O Enem 2020 tem uma versão impressa, que foi aplicada nos dias 17 e 24 de janeiro, e uma versão digital. Cerca de 2,5 milhões de estudantes fizeram as provas do Enem impresso, o equivalente a menos da metade dos inscritos.

O exame, tanto o impresso quanto o digital, foi suspenso no estado do Amazonas e o impresso foi suspenso em Rolim de Moura (RO) e em Espigão D’Oeste (RO) devido aos impactos da pandemia nessas localidades. Esses estudantes poderão fazer as provas também na reaplicação. Segundo o Ministério da Educação, foram cerca de 20 ações judiciais, em todo o país, contrárias à realização do exame.

Fonte: R7

Processo seletivo do DER inicia provas práticas em RO

Foram mais de três mil inscritos para concorrer aos cargos, desses, 120 candidatos serão contratados imediatamente e mais 86 ficam em cadastro reserva

A segunda etapa de provas práticas e aptidão física para o processo seletivo realizado pelo Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), iniciou ontem nesta terça feira (1) nos municípios de Porto Velho, Ji-Paraná e Pimenta Bueno.

De acordo com a equipe de comissão do processo seletivo, as provas práticas e testes de aptidão física estão sendo aplicadas aos candidatos que se inscreveram para atuar nos cargos de operador de máquinas pesadas e motoristas de veículos pesados. E, os testes de aptidão serão aplicados também para os candidatos aos cargos de auxiliar de serviços gerais (atividade de campo) e oficial de manutenção em borracharia e em lubrificação.

Processo seletivo capacita profissionais para maior desenvolvimento dos trabalhos nas estradas do Estado

“As provas seguem até sexta feira (4), os selecionados irão atuar nas rodovias do Estado, com mais profissionais. As diversas frentes de serviços do DER avançam ainda mais, é importante a mão de obra qualificada, o processo seletivo trará profissionais capacitados, o que ajudará ainda mais as obras seguirem em ritmo acelerado. Estamos trabalhando firme, para que no período chuvoso quem trafega pelas as estradas do Estado tenham segurança, não atrapalhando a escoação de produtos dos agricultores que precisam de rodovias trafegáveis“. destacou Elias Rezende, diretor geral do DER.

As provas estão sendo realizadas nos municípios de Porto Velho, Ji-Paraná, e Pimenta Bueno. Foram mais de três mil inscritos para concorrer aos cargos, desses, 120 candidatos serão contratados imediatamente e mais 86 ficam em cadastro reserva. Os selecionados serão lotados nas 14 residências regionais e quatro Usinas de Asfalto do DER no Estado.

Fonte: DER

Lista dos aprovados para 2ª etapa de processo seletivo do DER é divulgado

Provas práticas são para atuar nos cargos de operador de máquinas pesadas e motorista de veículos pesados.

O Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) divulgou a lista de candidatos classificados para as provas práticas e testes de aptidão física, sendo essa a segunda etapa do Processo Seletivo DER-RO 2020.

A equipe de comissão do processo seletivoinforma que as provas práticas envolvem os candidatos que se inscreveram para atuar nos cargos de operador de máquinas pesadas e motorista de veículos pesados, além do teste de aptidão física para os cargos de auxiliar de serviços gerais (atividade de campo) e oficial de manutenção em borracharia e em lubrificação.

De acordo com o edital, o exame da prova prática e teste de aptidão física serão iniciados nesta terça-feira (1) e seguem até a próxima sexta-feira (4), nos municípios de Porto Velho, Ji-Paraná e Pimenta Bueno.

Vale ressaltar que os candidatos convocados deverão apresentar-se munidos de atestado médico nominal ao candidato; emitido com, no máximo, 30 (trinta) dias de antecedência da data de sua prova prática, devidamente assinado e carimbado pelo médico, constando visivelmente o número de registro do Conselho Regional de Medicina do mesmo.

Na prova prática, os candidatos aos cargos de operador de máquinas pesadas e motorista de veículos pesados, executarão a prova em dois equipamentos e/ou veículos, sendo obrigatória a apresentação da Carteira Nacional de Habilitação válida e de acordo com a categoria compatível.

As provas serão aplicadas nos seguintes endereços:

PORTO VELHO

PROVA APTIDÃO FÍSICA

Estadio Aluísio Ferreira: avenida Farquar, nº 2033, bairro: Caiari, Porto Velho.

PROVA PRÁTICA

Expresso Porto KM-01 (Anel Viário) entrada na BR-364 sentido Cuiabá/Porto Velho, entre Hospital Santa Marcelina  e Hospital do Amor

JI-PARANÁ

Estádio Biancão: rua Maringa, nº 2004, bairro: Nossa Senhora de Fátima II, Ji-Paraná.

PROVA PRÁTICA

RO 135 – Ponte do rio Urupá – próximo ao condomínio Ecoville

PIMENTA BUENO

PROVA APTIDÃO FÍSICA

Escola Marechal Cordeiro de Farias – rua: Vinte e Um de Abril, nº 1850, bairro: Apidia, Pimenta Bueno.

PROVA PRATICA

RO-010 (Linha-25) – Sentido: BR-364 a Rolim de Moura – Km 11,45 – lado direito.

Fonte: DER

Seas distribui kits do programa ‘Mamãe Cheguei’ no interior

Gestantes podem se cadastrar junto às secretarias municipais de Assistência Social em suas cidades até o dia 5 de setembro.

Na primeira etapa do Programa Mamãe Cheguei, 129 famílias de Cacoal, Pimenta Bueno, Espigão D’Oeste, Primavera de Rondônia, São Felipe, Parecis e Ministro Andreazza foram atendidas e receberam os kits enxovais distribuídos pelo Governo de Rondônia, através da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas). Os kits contam com itens como fraldas, roupas, banheira e diversos outros produtos essenciais para os cuidados com o bebê.

Foram 129 famílias da região de Cacoal atendidas com os kits enxovais distribuídos pela Seas

Em todo o Estado, na primeira etapa do Programa Mamãe Cheguei, mais de 1.500 kits foram entregues. A expectativa, até o final de 2020, é atender quatro mil famílias rondonienses.

Neste momento está aberta a 2ª etapa do Programa e as gestantes podem se cadastrar junto às secretarias municipais de Assistência Social em suas cidades, até o dia 5 de setembro.

O Programa Mamãe Cheguei é direcionado às gestantes com até 22 semanas de gestação (6 meses), que estejam em situação de vulnerabilidade social e inscritas no Cadastro Único (CadUnico), que estão sendo acompanhadas pela rede municipal do Sistema Único de Assistência Social (Suas). As mamães também precisam estar com o pré-natal em dia, o que garante a sua saúde e a saúde do bebê.

Fonte: Seas

%d blogueiros gostam disto: