PRF apreende mais de 150 mil maços de cigarros em Vilhena, RO

A carga era transportada por um caminhão que partiu de Guarulhos (SP) com destino a Porto Velho.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e por fiscais da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin- RO), na noite de sexta-feira (18), apreenderam cerca de 157 mil maços de cigarros.

Agentes da PRF abordaram o veículo no Km 01 da BR-364 de Vilhena (RO), divisa entre Rondônia e Mato Grosso. No caminhão foram encontradas 350 caixas de cigarros acobertadas por uma nota fiscal que cobria apenas 10% da quantidade transportada.

157 mil maços de cigarros foram apreendidos em Vilhena, RO

Além da falta de uma nota fiscal total, a mercadoria também não possuía o devido recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). A carga era transportada por um caminhão que partiu de Guarulhos (SP) com destino a Porto Velho.

A carga totalizou o valor de R$ 787.500,00, o que caracterizou o crime como transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal previsto no artigo 2º da Lei 8.137/90. Pela ocorrência, o motorista foi detido com o total de crédito tributário de aproximadamente R$ 500 mil a pagar.

Fonte: G1/RO

PRF-RO flagra caminhão transportando carga de eletrônicos escondidos em fardos

O material apreendido em Ariquemes foi encaminhado à Receita Federal de Porto Velho.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante uma abordagem a um caminhão na BR-364, apreendeu mais de 190 eletrônicos ilegais em Ariquemes (RO). A carga, avaliada em R$ 40 mil, estava escondido em fardos de salgadinhos e biscoitos.

Conforme os agentes da PRF, o material foi embarcado no veículo em Campo Grande (MS) e tinha como destino final a capital Porto Velho.

“Para tentar iludir a fiscalização, o motorista escondeu os produtos eletrônicos no meio de fardos de salgadinhos e biscoitos”, afirma a polícia.

Entre os itens contrabandeados no caminhão estavam componentes internos para computadores (memórias, placas de vídeo, Hard Disk, processadores), teclados, pendrives, leitor de imagem, aparelho GPS e rádios transmissores.

O material apreendido em Ariquemes foi encaminhado à Receita Federal de Porto Velho.

Fonte: G1/RO