Arrecadação com leilões de bens do tráfico já ultrapassa R$ 37 milhões

Os valores arrecadados são revertidos em recursos para financiar projetos de prevenção e combate às drogas

O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou que, em 2021, a arrecadação realizada com os 48 leilões de bens apreendidos em operações contra o crime já ultrapassou R$ 37 milhões.

O número de leilões já é 4 vezes maior que no mesmo período do ano passado, e a arrecadação é 10 vezes maior.

Entre os bens leiloados estão joias, carros, motocicletas, celulares, bolsas de luxo e até mesmo aviões usados no tráfico de drogas. Os valores arrecadados são revertidos em recursos para financiar projetos de prevenção e combate às drogas.

Luiz Roberto Beggiora, secretário Nacional de Políticas Sobre Drogas, declarou que o trabalho do Senad, em parceria com o poder judiciário, forças policias e leiloeiros, visa zerar o passivo de bens acumulados ao longo dos anos em depósitos no paiís, e tem tido um resultado muito positivo.

“Estamos reforçando parcerias e alcançando padrões internacionais para a descapitalização do crime”, disse Beggiora.

Desde o início da pandemia, os leilões vêm sendo feitos de forma 100% virtual.

Fonte: JCO

Rondônia ultrapassa 170 mil trocas de operadoras de telefonia

Brasil realizou 64,80 milhões de trocas de operadora desde 2008

Usuários de telefones fixos e móveis, no Brasil, realizaram 64,80 milhões de trocas de operadoras entre setembro de 2008, quando a portabilidade numérica passou a existir, e 31 de dezembro de 2020. A informação, divulgada esta semana, consta do balanço anual da ABR Telecom (Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações), Entidade Administradora da Portabilidade Numérica.  

No balanço integral desses 12 anos de existência do serviço, foram registradas 18,30 milhões (28%) de transferências entre operadoras de telefonia fixa, com a manutenção do número do telefone por seus usuários. Já os portadores de telefones móveis, fizeram 46,50 milhões (72%) de migrações no mesmo período.

Total em Rondônia – Em Rondônia, desde que a portabilidade numérica foi implementada, a partir de setembro de 2008, até o dia 31 de dezembro de 2020, foram realizadas 170,78 mil transferências entre operadoras. Dessas, 22,13 mil (13%) para usuários de telefones fixos e 148,64 mil (87%) de telefones móveis.

Rondônia no trimestre – Em Rondônia, entre outubro e dezembro de 2020, foram realizadas 10,55 mil migrações entre operadoras de serviços telefônicos. As solicitações de usuários de telefones fixos, nessas transferências, respondem por 163 migrações (2%) e as demandas realizadas no serviço móvel por 10,39 mil (98%).

Regulamento – A portabilidade numérica é realizada entre prestadoras de Serviço Móvel Pessoal (SMP) e Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC) conforme a Resolução 460/2007 da Anatel. O modelo de portabilidade numérica no Brasil, definido pelo Regulamento Geral da Portabilidade (RGP), da Anatel, determina que as trocas devem ser solicitadas pelos usuários sempre dentro do mesmo serviço, isto é, de móvel para móvel ou fixo para fixo, e na área de alcance do mesmo DDD.

Prazos – A partir do momento em que o usuário solicita a transferência de operadora comunicando à empresa para onde deseja migrar, a efetivação acontece em três dias úteis ou após esta data, quando o usuário quiser agendar. Caso o usuário desista da migração e decida permanecer na operadora que presta o serviço, dispõe de dois dias úteis, após a solicitação de transferência, para suspender o processo de migração em andamento.

Para fazer a portabilidade numérica

Entre os critérios que devem ser observados, no momento de solicitar transferência de operadora, o regulamento da portabilidade numérica orienta:

– Informar à operadora de telefonia que recebe o pedido, o nome completo

 – Comprovar a titularidade da linha telefônica

 – Informar o número do documento de identidade

– Informar o número do registro no cadastro do Ministério da Fazenda, no caso de pessoa jurídica

– Informar o endereço completo do assinante do serviço

– Informar o código de acesso

– Informar o nome da operadora de onde está saindo.

Consultas – Acompanhe o movimento de pedidos e efetivações de transferências da portabilidade numérica conforme o DDD e a data de início do serviço, pelo site da ABR Telecom http://www.abrtelecom.com.br.

Neste endereço também há um sistema de busca para identificar a qual operadora pertencem os números de telefones, consulte aqui: https://consultanumero.abrtelecom.com.br/

 

Fonte: Assessoria de imprensa da ABR Telecom

Petrobras ultrapassa marca de meio milhão de litros de combustível doados para ajudar no combate à pandemia

Treze estados do Brasil já receberam carregamentos de gasolina e óleo diesel

A Petrobras atingiu nos últimos dois meses a marca de 595 mil de litros de combustíveis doados para 13 estados da federação. O combustível é utilizado para o abastecimento de ambulâncias, veículos de transporte de médicos e hospitais públicos e filantrópicos vinculados às secretarias estaduais de saúde. Até o momento, foram 215 mil litros de gasolina e 380 mil litros de diesel. As entregas estão sendo realizadas nas cinco regiões do país: Minas Gerais, Rio de Janeiro, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe, Bahia, Paraná, Santa Catarina, Amapá, Acre, Rondônia e Distrito Federal já receberam cargas de combustível.

A Petrobras segue em tratativas para efetivar doações a outros estados do país. A companhia irá destinar ao enfrentamento à pandemia o total de 3 milhões de litros de gasolina e diesel. Volumes adicionais serão distribuídos ao longo dos próximos meses, conforme disponibilidade logística e a demanda a ser indicada pelos governos estaduais. A Petrobras conta com o apoio logístico da BR Distribuidora, responsável pela entrega em todo o Brasil.

“A Petrobras mantém seu compromisso com a sociedade brasileira para ajudar o país a enfrentar esta pandemia. A doação de combustível é uma das iniciativas da empresa e visa apoiar a logística de  transporte de profissionais de saúde, insumos e pacientes”, explica a gerente executiva de Responsabilidade Social da Petrobras, Olinta Cardoso.

Além de combustível, desde o início da pandemia, a Petrobras também fez doações de mais de 600 mil testes para detecção de coronavírus, equipamentos de proteção, material de higiene e gás de cozinha. A companhia já destinou mais de R$30 milhões em doações para colaborar com a sociedade no combate à pandemia.

%d blogueiros gostam disto: