Covid-19: sobe para 128 número de casos da variante Ômicron no Brasil

Oito estados e o Distrito Federal registraram a nova variante

Depois de uma quarta-feira (29) sem mudanças no número de diagnósticos de covid-19 causados pela Ômicron, o balanço divulgado hoje (30) pelo Ministério da Saúde indica que foram registrados 128 casos no Brasil da nova variante do novo coronavírus, que vem colocando vários países em estado de alerta.

As infecções foram registradas em Goiás (38), Santa Catarina (38), São Paulo (27), Minas Gerais (16),  no Ceará (3), no Rio Grande do Sul (3), no Distrito Federal (1), no Rio de Janeiro (1) e no Espírito Santo (1).

Há ainda, segundo a pasta, 298 casos em investigação, sendo 16 no Distrito Federal, 23 no Rio Grande do Sul, 23 em Santa Catarina, 113 no Rio de Janeiro e 114 em Minas Gerais.

Boletim Ômicron de 30-12-2021

Fonte: Agência Brasil

Pandemia causa suspensão de 4,5 mil voos em todo o mundo

Na véspera do Natal, foram cancelados 1.779 embarques

Mais de 4,5 mil voos foram cancelados neste Natal em todo o mundo, em razão da propagação da nova variante do vírus SARS-CoV-2, a Ômicron, segundo dados divulgados hoje (25) pela empresa norte-americana Flight Aware.

Ela revela que, na véspera de Natal, um dia tipicamente usado para viajar, foram cancelados 2.175 voos em todo o mundo. Cerca de um quarto nos Estados Unidos.

Hoje (25), dia de Natal, já foram suspensos 1.779 voos, juntamente com os 402 que estavam programados para domingo, dia 26.

A maior parte dos cancelamentos veio de cinco empresas, com a China Eastern suspendendo 474 viagens, enquanto a Air China cancelou 188. A United anulou 177 voos, a Air India 160 e a Delta aboliram 150.

Fonte: Agência Brasil

Pfizer diz que proteção contra Ômicron necessita de três doses

Anúncio foi feito pelas farmacêuticas responsáveis pelo imunizante

Estudos preliminares demonstraram que três doses da vacina da Pfizer contra a covid-19 neutralizam a variante Ômicron. O anúncio foi feito pelas empresas Pfizer e BioNTech, responsáveis pelo imunizante.

A pesquisa, feita com testes de anticorpos, mostrou que duas doses podem não ser suficientes para proteger as pessoas contra a infecção pela nova variante. Ainda assim, a Pfizer e a BioNTech acreditam que essas duas doses podem proteger contra casos graves de covid-19.

As farmacêuticas informaram que continuam avançando no desenvolvimento de uma vacina que seja específica para a Ômicron. A previsão é que o imunizante esteja disponível em março do ano que vem, se for necessário.

Fonte: Graça Adjuto A/B

Ministério confirma cinco casos da variante Ômicron no Brasil

Pasta informa que há outros oito casos sob investigação

O Ministério da Saúde confirmou ontem quinta-feira (2) cinco casos da variante Ômicron no Brasil – três em São Paulo e dois no Distrito Federal. São quatro homens e uma mulher, todos vacinados contra a covid-19. Eles estão isolados e pelo menos um apresenta sintomas leves. A maioria está assintomática.

De acordo com a pasta, há ainda oito casos da variante em investigação no país, sendo um em Minas Gerais, um no Rio de Janeiro e seis no Distrito Federal.

“Hoje, temos uma situação sanitária bem mais equilibrada, mas lidamos com a imprevisibilidade biológica desse vírus, que sofre mutações. A vigilância em saúde está atenta e atuante pra que essas variantes sejam identificadas e pra que se avalie o potencial dessa variante complicar o cenário pandêmico”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Fonte: Pedro Ivo de Oliveira A/B

São Paulo registra terceiro caso da variante Ômicron

Amostra foi sequenciada ontem pelo Instituto Adolfo Lutz

Foi confirmado nesta quarta-feira (1) o terceiro caso de paciente com a variante Ômicron no Brasil. O homem de 29 anos vindo da Etiópia desembarcou em Guarulhos, sem sintomas, mas fez o teste que deu positivo para covid-19 no último sábado. O homem havia sido vacinado com as duas doses do imunizante da Pfizer.

A amostra deste terceiro caso foi sequenciada geneticamente pelo Instituto Adolfo Lutz.

Além dele, outros dois pacientes, um homem de 41 anos e uma mulher de 37, provenientes da África do Sul, tiveram a confirmação da presença da variante Ômicron. A verificação foi feita pelo Adolfo Lutz na tarde de ontem, após sequenciamento genético feito pelo laboratório do Hospital Israelita Albert Einstein.

O casal havia sido vacinado com o imunizante da Janssen na África do Sul, de acordo com informações atualizadas nesta quarta-feira (1º) pela vigilância municipal de São Paulo.

Fonte: Valéria Aguiar A/B

%d blogueiros gostam disto: