Presidential Train Now Available For Jakartans Traveling To Bandung

Foto: Agência Brasil

O ministro Benedito Gonçalves deixou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na quinta-feira (9).

Porém, poucas horas antes de deixar definitivamente a Corte, ele rejeitou duas ações de investigação judicial eleitoral (Aije) que tinham o ex-presidente Jair Bolsonaro como alvo.

Em ambos os casos, o magistrado entendeu não haver argumentos suficientes para prosseguir com os processos.

Uma das ações havia sido aberta pelo PDT e a outra pela campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As acusações apontavam um suposto abuso de poder econômico por Bolsonaro e até o absurdo de disparos de mensagens em massa dias antes do primeiro turno das eleições do ano passado.

A decisão de Benedito é totalmente inesperada.

Ele foi relator todas as ações contra Jair Bolsonaro na Corte e votou pela inelegibilidade do ex-presidente.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias