Um homem bom, pai de família, primário e sem antecedentes, morreu na cadeia

Alguns famosos por crimes bárbaros.

Criticamos as injustiças até se transformarem em revolta. Por um momento a população achou que poderia mudar o jogo, mas claro que isso não é fácil.

Nisso, percebemos que o sistema defenderia seus interesses.

Um homem livre morreu na cadeia, enquanto faxineiras e homens comuns seguem presos.

O sangue deles está na mão de quem fez e defendeu as atrocidades.

A justiça dos homens é falha, mas o anjo da morte não aceita propina.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias