Prédio-sede do MPRO será tela para obra do artista Eduardo Kobra

Foto: Assessoria de Comunicação

O edifício-sede do Ministério Público de Rondônia (MPRO) em Porto Velho será tela para uma obra do artista e muralista Eduardo Kobra. A arte, que será a primeira com a assinatura dele no Estado de Rondônia, começa a ser feita nesta quinta-feira (23/11).

O mural, que se chamará “Brasileiras e Brasileiros”, deve ocupar uma área de 35 (trinta e cinco) metros de altura e quase 7 (sete) metros de largura e é uma contribuição do MPRO para embelezar a capital rondoniense, promovendo o incentivo à cultura. A obra deve ser realizada no prazo de até 10 (dez) dias úteis, dependendo das condições climáticas.

A composição da arte foi pensada para exaltar a diversidade, pluralidade, força, a história e as muitas belezas da população. Cada rosto foi inspirado em variadas faces contemplando idades, gêneros e etnias. Além das imagens hiper-realistas, o estilo marcante de muralismo de Kobra é caracterizado por cores vibrantes e contrastantes, e sua habilidade em retratar personalidades e fatos históricos, e questões sociais em murais gigantescos.

Durante coletiva à imprensa na manhã desta quinta-feira (23/11), o Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, comentou que as mensagens retratadas nas obras de Kobra ecoam por todo o mundo com referências ao iminente colapso climático, problemas causados pela poluição da água, do ar e desmatamento, evidenciando as desigualdades sociais e a necessidade de lutar pelo acesso a direitos básicos como alimentação e segurança. Ou seja, a arte feita por ele se assemelha e harmoniza com a atuação diária do Ministério Público.

“A nossa ideia é traduzir aquilo que o Ministério Público tem como missão: ser o defensor da sociedade. Temos ligações, enquanto Instituição, com os direitos fundamentais, questões ambientais, sustentabilidade e povos tradicionais. Queremos retratar na nossa estrutura física uma obra de arte que represente o nosso povo. Queremos que as pessoas olhem e se identifiquem na arte, que percebam esse “caldo cultural” que existe no Estado de Rondônia”, disse o Procurador-Geral de Justiça.

Foto: Assessoria de Comunicação

O artista adiantou, durante a coletiva, que o mural será composto por rostos que simbolizam cidadãos que formam o Estado e com os quais o Ministério Público se relaciona em suas atividades diárias.

“Obviamente nos preocupamos com toda a parte técnica de luz e sombra, questões de perspectiva, mas o principal é sempre a mensagem que colocamos na pintura: a sociedade, a proteção dos povos indígenas, da floresta, dos mananciais, a defesa da História e da memória. Esse é meu primeiro trabalho no Estado de Rondônia, estou muito feliz por estar aqui, é um grande privilégio e uma grande responsabilidade. Desejo que esta arte aumente a autoestima do morador de Porto Velho e faça com que ele sinta ainda mais orgulho da cidade”, disse.

O artista — Nascido na periferia de São Paulo em 1975, Eduardo Kobra se tornou um renomado artista global. Ele detém recordes, incluindo o maior mural grafitado do mundo, e feitos como um painel de quase 500 metros quadrados instalado na sede da ONU, em Nova York. Além disso, ele é reconhecido por galerias e museus.

Em 2016 o mural “Etnias”, feito por Kobra no Rio de Janeiro, foi reconhecido como o maior grafite do mundo pelo Guinness World Records, o livro dos recordes. A obra, com 15 (quinze) metros de altura e 170 (cento e setenta) de comprimento, reproduz rostos de indígenas.

Com mais de três décadas de atuação, hoje é considerado um dos artistas mais importantes da cena contemporânea, com obras espalhadas por mais de 36 países, entre eles Estados Unidos, Espanha, Itália, Noruega, Inglaterra, Índia, Japão e Emirados Árabes Unidos.

Edifício-sede — O prédio do MPRO foi inaugurado em 2000 reunindo, em um único local, as atividades administrativas e finalísticas da Instituição, que, até então, ocupava cinco imóveis diferentes na cidade. Na época a obra representou uma inovação arquitetônica na capital com o prédio vertical, e agora, com a intervenção artística na composição urbana do município, se espera criar uma conexão ainda maior com a população por meio das cores e representatividade expostas no edifício.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias