MPRO obtém condenação a 59 anos de prisão de homem acusado de estuprar menina de 6 anos

O Ministério Público de Rondônia (MPRO), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Machadinho D’Oeste, obteve a condenação de 59 (cinquenta e nove) anos e 10 (dez) dias de prisão contra o réu denunciado por estuprar a cunhada entre os anos de 2009 a 2016. O crime começou quando a vítima tinha 6 (seis) anos.

A mãe da menina também foi condenada a 13 (treze) anos, 7 (sete) meses e 10 (dez) dias de reclusão, pois tinha conhecimento de que a filha foi violentada sexualmente diversas vezes pelo infrator.

Após denúncia do MPRO, o Juiz de Direito Matheus Brito Nunes Diniz condenou os réus pelos crimes de estupro de vulnerável majorado pelo concurso de pessoas e parentesco em continuidade delitiva. A sentença foi proferida no domingo (26/11) no 2º Juízo de Machadinho D’Oeste

Conforme as investigações, a vítima morava com a mãe, a irmã e o cunhado na Zona Rural do município de Vale do Anari. Quando tinha 6 (seis) anos começou a sofrer toques nas partes íntimas e a partir dos 11 (onze) anos de idade, os abusos, que já eram recorrentes, se intensificaram, sendo praticados por meio de conjunção carnal.

Segundo a menina, sua mãe e a irmã sabiam dos abusos, mas não denunciaram por medo das ameaças do acusado. Em depoimento à polícia, a menina contou que a própria mãe a segurou uma vez para que o réu a estuprasse.

O crime foi descoberto quando a vítima procurou o Conselho Tutelar afirmando que não aguentava mais ser abusada pelo cunhado, que ameaçava ela e sua família de morte. A conselheira tutelar que acompanhou o caso afirmou que a menina aparentava muito medo, pedindo ajuda por não aguentar mais a situação vivenciada.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias