Impulsionada pelo consumo de suco, indústria da laranja supera as expectativas

(CRÉDITO: REPRODUÇÃO)

O ano de 2023 foi bastante positivo para a citricultura do estado de São Paulo e do Triângulo Mineiro no que diz respeito aos preços recebidos por citricultores.

Os valores das laranjas estiveram em patamares firmes ao longo de todo o ano, tanto no mercado de mesa quanto na indústria, chegando a operar, neste último segmento, em patamares recordes reais, o que permitiu um ano de boa rentabilidade.

Segundo pesquisadores do Cepea, este cenário está atrelado à oferta de fruta inferior à demanda, mesmo com a safra 2023/24 sendo de produção dentro da média.

Isso porque os estoques de suco de laranja das processadoras iniciaram a safra em volumes baixos, havendo necessidade de absorver o máximo possível de matéria-prima para evitar uma nova queda significativa na quantidade armazenada ao fim da temporada atual.

Além disso, pesquisadores do Cepea reforçam que a demanda de suco de laranja no mercado internacional está aquecida – sobretudo por parte dos Estados Unidos, que estão com a produção reduzida há anos, devido aos impactos do greening.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias