Em Rondônia, Conab empregou aproximadamente R$ 6,3 milhões no PAA em 2023

Em 2023, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) empregou, em Rondônia, aproximadamente R$ 6,3 milhões no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), especificamente na modalidade Compra com Doação Simultânea (CDS). Foram firmados 19 projetos, abrangendo 8 associações, 6 cooperativas de agricultores familiares e 5 associações de indígenas. No total, 667,5 toneladas de produtos foram adquiridos.O Programa contemplou 460 agricultores, dos quais 360 são mulheres. Dos agricultores beneficiados, 242 são indígenas, 188 agricultores familiares, 26 pescadores artesanais e 4  assentados. Vinte e sete unidades recebedoras foram atendidas, beneficiando um total de quase 67,5 mil pessoas em situação de insegurança alimentar com os alimentos. A operacionalização do PAA pela Companhia é viabilizada com recursos repassados pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS).

No que diz respeito ao Programa de Venda em Balcão (ProVB), a Unidade Armazenadora (UA) de Porto Velho atendeu 146 pequenos criadores de animais, favorecendo 6 municípios e comercializando 547,3 toneladas de milho. Na UA de Cacoal, 95 pequenos criadores de animais foram beneficiados, abrangendo 9 municípios e resultando na comercialização de 417,7 t de milho.

No contexto da Ação de Distribuição de Cestas de Alimentos (ADA), quase 3,2 mil cestas foram distribuídas, originárias da UA de Porto Velho/RO. Deste total, 2 mil foram destinadas a indígenas do município de Parintins (AM), 1,05 mil a indígenas do município de Humaitá (AM) e 120 a famílias desabrigadas do Seringal Belmonte em Porto Velho (RO). Adicionalmente, ocorreu o cadastramento de 8 armazéns em 4 municípios.

A Conab em Rondônia realizou também 12 levantamentos de safra de grãos, com pesquisa de dados para as culturas de soja, milho, arroz, feijão e algodão, e 4 levantamentos de safra de café. Além disso, foi realizado o mapeamento de lavouras, em parceria com a Emater, por meio de imagens de satélite, abrangendo todas as lavouras de café do estado. A conclusão e validação dos trabalhos estão previstas para setembro de 2024.

Em 2023, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) empregou, em Rondônia, aproximadamente R$ 6,3 milhões no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), especificamente na modalidade Compra com Doação Simultânea (CDS). Foram firmados 19 projetos, abrangendo 8 associações, 6 cooperativas de agricultores familiares e 5 associações de indígenas. No total, 667,5 toneladas de produtos foram adquiridos.O Programa contemplou 460 agricultores, dos quais 360 são mulheres. Dos agricultores beneficiados, 242 são indígenas, 188 agricultores familiares, 26 pescadores artesanais e 4  assentados. Vinte e sete unidades recebedoras foram atendidas, beneficiando um total de quase 67,5 mil pessoas em situação de insegurança alimentar com os alimentos. A operacionalização do PAA pela Companhia é viabilizada com recursos repassados pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS).

No que diz respeito ao Programa de Venda em Balcão (ProVB), a Unidade Armazenadora (UA) de Porto Velho atendeu 146 pequenos criadores de animais, favorecendo 6 municípios e comercializando 547,3 toneladas de milho. Na UA de Cacoal, 95 pequenos criadores de animais foram beneficiados, abrangendo 9 municípios e resultando na comercialização de 417,7 t de milho.

No contexto da Ação de Distribuição de Cestas de Alimentos (ADA), quase 3,2 mil cestas foram distribuídas, originárias da UA de Porto Velho/RO. Deste total, 2 mil foram destinadas a indígenas do município de Parintins (AM), 1,05 mil a indígenas do município de Humaitá (AM) e 120 a famílias desabrigadas do Seringal Belmonte em Porto Velho (RO). Adicionalmente, ocorreu o cadastramento de 8 armazéns em 4 municípios.

A Conab em Rondônia realizou também 12 levantamentos de safra de grãos, com pesquisa de dados para as culturas de soja, milho, arroz, feijão e algodão, e 4 levantamentos de safra de café. Além disso, foi realizado o mapeamento de lavouras, em parceria com a Emater, por meio de imagens de satélite, abrangendo todas as lavouras de café do estado. A conclusão e validação dos trabalhos estão previstas para setembro de 2024.

Source: Conab

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias