Operação em andamento para desarticular a extorsão de bandidos para “liberar” obra no Rio

A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio informou que o 3° Batalhão de Polícia Militar (BPM), no Méier, realiza nesta quinta-feira (11) operação nas comunidades dos morros do 18 e da Caixa D’água, e o 9º BPM, em Rocha Miranda, nas comunidades da Caixa D’água, Saçu e Fubá, com o apoio do Grupamento Especial de Salvamento e Ações de Resgate.

De acordo com informações do setor de inteligência da Polícia Militar, criminosos dessas regiões estariam envolvidos em extorsão a empresas que realizam obras naquela região.

Até o momento não há saldo de prisões nem de apreensões. A operação está em andamento.

Criminosos 

O crime organizado cobrou R$ 500 mil para liberar a realização de uma obra pública na zona norte do Rio de Janeiro, o Parque Piedade.

A denúncia é do prefeito Eduardo Paes, que pede atenção da Polícia Federal e do Ministério da Justiça contra a quadrilha.

O Parque Piedade foi anunciado pela prefeitura para ocupar o terreno da antiga Universidade Gama Filho, que teve prédios de seu campus demolidos no ano passado.

As obras do parque tiveram início em setembro. Segundo planos divulgados pelo órgão municipal, o parque terá espaço para feiras e eventos, com horta urbana, parcão, academia e campo de futebol, entre outras atrações.

Source: JCO

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias