O Brasil miserável onde 5, 7 milhões não têm banheiro em casa 

Por Júlio César Cardoso *

A realidade brasileira. De acordo com o IBGE, 5,7 milhões de brasileiros não têm banheiro dentro de casa. É gente que, na maioria das vezes, vive em lugares onde até o acesso aos serviços de saneamento básico é precário. Fonte: G1.

No Piauí, quase 10% da população não tem banheiro dentro de casa, índice maior que a média nacional. No entanto, a desigualdade social marcante no Piauí não sensibiliza os políticos piauienses, mas em épocas de eleição os cretinos vão pedir votos àqueles miseráveis.

“Quando a gente vê um cenário como esse, é um cenário de vulnerabilidade, é o retrato da desigualdade social no Brasil. O exercício da democracia, o exercício da cidadania, vem quando todas as pessoas têm acesso ao básico. Quando a gente não tem acesso a esse básico, que é essencial, a gente está sendo desmoralizado, a gente está sendo marginalizado”, afirmou o sociólogo Kaire Aguiar.

Este é o retrato do Brasil, representado pelo Piauí, de indigentes esquecidos, em que governos e políticos fajutos irresponsáveis fazem vistas grossas, alardeiam que vão acabar com a pobreza, com a fome e cuidar da infraestrutura básica, mas que na realidade não fazem nada, só garganteiam com promessas mentirosas.

Os políticos federais piauienses no Senado e Câmara Federal deveriam se envergonhar pelo quadro de miserabilidade de quase 10% de sua população e por saber que um cidadão ou cidadã piauiense não tem um banheiro sequer para tomar banho e fazer as suas necessidades fisiológicas. Lembrando as excelências piauienses que o indivíduo por mais pobre que seja deve ser respeitado na sua dignidade, na sua condição humana e não ser tratado com desprezo, como simples animal, transgredindo, assim, os princípios fundamentais da República, estabelecidos na Constituição Federal.

Os políticos geralmente só se preocupam com os seus inconfessáveis interesses, com politicagem partidária, com as luzes da ribalta do poder, com os altos salários e miríades de mordomias. Após eleitos, a maioria dá as costas aos seus patrões eleitores, principalmente, aos mais humildes.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias