Em nova rodada de demissões, Google demite centenas de funcionários

O Google anunciou na terça-feira (16) a continuação das demissões em massa iniciadas na semana anterior, agora afetando a equipe de vendas de publicidade. Essa nova rodada de cortes vem após a empresa ter dispensado centenas de funcionários de divisões como Google Assistente, Pixel, Nest e Fitbit no início do ano.

A companhia explicou o processo de reestruturação:

“Realizamos anualmente uma avaliação rigorosa para organizar nossa equipe de modo a otimizar o atendimento aos nossos clientes de Ads. Identificamos os clientes e alinhamos-os com as equipes e canais de vendas apropriados para suas necessidades específicas. Como parte desse processo, algumas centenas de posições globais estão sendo eliminadas. Os funcionários afetados terão a oportunidade de se candidatar a outras vagas dentro do Google.”, segundo um comunicado oficial.

Esses cortes seguem a tendência de demissões no setor tecnológico, que tem visto um número crescente de dispensas desde 2022, atingindo seu pico no ano passado — referido frequentemente como o Ano da Eficiência.

O movimento de redução de pessoal não é exclusivo do Google. A Amazon também realizou demissões significativas em departamentos como Twitch, Prime Video, estúdios MGM e Audible. Embora os números exatos não tenham sido divulgados, estima-se que quase mil funcionários foram afetados até o momento.

Outras empresas como Meta, Disney e Unity também iniciaram suas próprias ondas de demissões em 2024.

As recentes demissões indicam que a tendência de redução de pessoal observada no ano passado pode persistir em 2024. As empresas justificam essa abordagem com o crescente foco na adoção de softwares de inteligência artificial e automação, visando a eficiência e a redução de carga de trabalho.

Source: JCO

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias