França mudou para economia de guerra a fim de impulsionar produção militar para a Ucrânia

© Sputnik / Sergei Guneev
O presidente da França, Emmanuel Macron, disse nesta terça-feira (16) que Paris está prestes a finalizar um acordo bilateral sobre garantias de segurança para Kiev e anunciará sua assinatura durante a visita à Ucrânia em fevereiro.
“Estamos finalizando um acordo bilateral sobre garantias que será assinado nas próximas semanas. Prosseguiremos com novas entregas [de armas]: cerca de 40 mísseis SCALP [versão francesa do Storm Shadow] e várias centenas de bombas que nossos amigos ucranianos estão esperando”, disse o presidente francês em uma coletiva de imprensa transmitida pelo Palácio do Eliseu no X.

Macron acrescentou que a França se mudou para uma economia de guerra para aumentar a produção militar, “o que nos permitiria fornecer muito mais equipamentos aos nossos parceiros ucranianos, especialmente os obuseiros Caesar que eles estão esperando”.

O líder francês disse ainda que a França e a União Europeia “precisarão tomar novas decisões” nas próximas semanas e meses para continuar apoiando a Ucrânia.
O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, Valery Gerasimov, afirmou no final de dezembro passado que “o Reino Unido e a França forneceram a Kiev mais de 200 mísseis guiados Storm Shadow e SCALP, que estão sendo usados para atingir alvos civis na Crimeia e Donbass”.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias