José Dirceu culpa a igreja e vê declínio da Esquerda no Brasil

José Dirceu, um dos fundadores do PT e ex-ministro-chefe da Casa Civil, em entrevista ao podcast Pod13 do PT da Bahia, fez críticas marcantes às igrejas, com ênfase nas neopentecostais.

Ele atribuiu a essas instituições religiosas um papel significativo na transformação social e cultural que, segundo ele, contribuiu para o fortalecimento da direita e o declínio da esquerda no Brasil.

Durante a entrevista, Dirceu ressaltou que as mudanças sociais e culturais decorrentes da ascensão do neopentecostalismo e do fundamentalismo religioso, juntamente com o avanço dos partidos de direita, levaram a um recuo da esquerda, incluindo o PT, resultando em um cenário de polarização.

“Com a emergência do neopentecostalismo e do fundamentalismo religioso, somados ao poder crescente dos partidos de direita, presenciamos uma transformação social e cultural significativa. Isso levou a um retrocesso da esquerda como um todo”, declarou Dirceu.

Além disso, o ex-ministro enfatizou a urgência de uma reestruturação do PT para enfrentar o fortalecimento da direita nesse contexto polarizado. Ele considera essencial que o partido se reposicione como uma força política eficaz.

Dirceu, porém, não mencionou que a polarização observada pode ser em parte atribuída ao próprio PT e seus aliados de esquerda, que utilizam a divisão da sociedade como estratégia para manter sua relevância.

Ele reconhece a crescente vigilância das igrejas e fiéis em relação à política, salientando que eles não são mais facilmente manipulados nem pela esquerda nem pela direita.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias