TJ-RO proíbe eleições complementares na Câmara de Candeias do Jamari

A Primeira Vara da Fazenda Pública, do Tribunal de Justiça de Rondônia, emitiu na tarde desta segunda-feira (22), uma liminar proibindo a Câmara Municipal de Candeias do Jamari de realizar eleições complementares, em resposta a uma solicitação protocolada por Valteir Queiroz. A decisão surge em meio a uma controvérsia desencadeada pela deliberação da Câmara sobre a realização de eleições internas na última semana.

A Câmara Municipal de Candeias do Jamari, em uma sessão recente, decidiu pela realização de uma eleição complementar interna. Essa decisão foi tomada após um parecer da procuradoria jurídica, e os vereadores planejavam formar uma comissão para iniciar o processo eleitoral interno, no qual eles mesmos seriam candidatos.

No entanto, a decisão do TJ-RO, conforme a liminar deferida, proíbe a continuidade desse processo. A medida destaca a necessidade de intervenção do judiciário diante das circunstâncias que envolvem a proposta de eleições internas na Câmara Municipal, que, segundo a liminar, não estão em conformidade com os princípios democráticos e legais.

A controvérsia em torno do processo eleitoral em Candeias do Jamari ressalta a importância da integridade dos procedimentos democráticos e do papel fundamental do judiciário em garantir a legalidade e transparência nas ações dos órgãos públicos. A decisão do TJ-RO representa um capítulo crucial nesse episódio e levanta questões sobre os rumos da política local e a necessidade de respeito às normas eleitorais e democráticas.

Confira:

DECISAO-MS-SUSPENSAO-ELEICOES
Source: Via Rondonia

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias