Dado vem à tona e revela algo grave sobre o governo Lula que pode travar o agro brasileiro

Reprodução / Governo do MT

Na semana passada, os ministros da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, e de Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, tiveram que se encontrar às pressas, após constatar que menos de 1% de todos os cadastros ambientais rurais realizados em 2023 foram aprovados.

O motivo, segundo eles, é a falta de um sistema mais efetivo e ágil de análise e agora correm contra o tempo na busca por alternativas.

Nota-se, entretanto, que não se trata apenas de um problema burocrático.

O dado é gravíssimo, considerando que todos os proprietários de terra em áreas rurais necessitam deste cadastro aprovado para conseguir licenças, por exemplo, para plantar e produzir na terra.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias