Protesto de agricultores se intensifica em Paris e tem adesão em outros países (veja os vídeos)

(CRÉDITO: REPRODUÇÃO / INTERNET)

Os protestos dos agricultores continuam com seus tratores invadindo as ruas e cidades de vários países europeus, segundo publicação da jornalista ítalo-brasileira, Karina Michelin, nas redes sociais.

“Mas é na França que os protestos estão se tornando mais intensos. Na noite desta terça (30), os agricultores avançaram para cercar a terceira cidade francesa, Lyon, após o bloqueio da A89”, esclarece a jornalista.

E prossegue, ressaltando as contra-medidas do governo local:

“Macron enviou 15 mil policiais e veículos blindados para vários pontos na França para tentar impedir o avanço dos agricultores. Diante deste cenário será muito difícil de detê-los, 90% dos franceses apoiam os agricultores”.

Michelin conta como o assunto está sendo tratado pela mídia tradicional europeia:

“Enquanto isso no teatro da propaganda, a “grande mídia mentirosa” oculta as manifestações legítimas dos agricultores contra a agenda globalista, além de serem ignoradas e rotuladas como um antro de agricultores anti-vax e neofascistas, eles distorcem o verdadeiro propósito da maior manifestação popular em andamento há semanas sem cessar. Os agricultores se uniram e estão lutando contra a tirania e isso é por todos nós”.

Nota da Redação: 

Na Itália, por exemplo, o movimento é crescente e muitos já estão com seus tratores nas rodovias, ruas e avenidas. As reivindicações focam na retirada de pontos da chamada ‘agenda verde’, que impõe uma série de restrições ambientais para os produtores europeus, que dificultaria a produção de alimentos e estabeleceria, segundos os próprios agricultores, uma concorrência desleal com produtos importados.

Ao que tudo indica, não há prazo para o término dos protestos, que poderão até mesmo crescer e se expandir.

São várias as imagens de barreiras em estradas, inclusive com pneus em chamas.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias