O inadmissível “reduto” do ministro de Lula e a sua repulsiva companhia no carro alegórico

Em 2021, a estátua de Borba Gato foi incendiada pelo militante “antifascista” Paulo Galo, que também é famoso por confessar ter roubado pedidos acima de R$500 quando trabalhava de entregador.

No desfile da Vai-Vai nesse ano, que homenageou o hip-hop, ele desfilou ao lado do Ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida, num carro alegórico que representava justamente o Borba Gato incendiado, além da Escola ter colocado policiais como demônios.

No ano passado, a Polícia Civil de SP apontou elo da Escola com o PCC, mas não que isso tenha nada a ver…

Por Renata Barreto/Economista.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias