Bolsonarismo além de Bolsonaro

O número pode variar dependendo da fonte. Há quem fale em 185 mil e quem fale em 650 mil pessoas. O fato é que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) deu demonstração de força popular no último domingo (25) ao convocar e realizar ato com seus apoiadores na Avenida Paulista em São Paulo.

Na mira de investigações, o ex-capitão do Exército se conteve e discursou de forma branda defendendo sua inocência e o legado de seu governo. A ação moderada foi seguida pelos demais aliados, com exceção do pastor Silas Malafaia que manteve a linha beligerante contra o STF (Supremo Tribunal Federal), mais precisamente na figura do Ministro Alexandre de Moraes. Há um cálculo político na postura do religioso que, assim, anda se colocando como player importante do Bolsonarismo.

Inelegível até 2030 por decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Bolsonaro tenta se manter como grande fiador e agregador da parcela do eleitorado brasileiro de direita e extrema direita e com o evento da Paulista conseguiu mostrar que sim, mesmo que ele não reverta sua inelegibilidade, o processo de uma eventual candidatura de seu campo terá que obrigatoriamente passar por ele.

Candidatos ao espólio do ex-presidente não faltam. Estão aí os governadores de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos) e de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) para provar, além de Malafaia e de outras figuras dessa corrente.

Do ponto de vista da comunicação, o ato também foi bem sucedido pautando a imprensa inclusive nos setores digitais de esquerda que gastaram horas e horas debatendo e exibindo cenas do encontro o mantendo em evidência.

Já há mais de um ano fora do poder, Bolsonaro mostrou que sim, consegue levar gente para as ruas e mostra cada vez mais que o Bolsonarismo veio para ficar. Essa tendência política, aliás, é anterior ao próprio Jair Messias, que foi o responsável por catalisar as pessoas que sempre pensaram e comungaram desses ideais, aliados à religião e moral, mas não tinham em quem confiar seus votos e será posterior à ele por algum tempo.

Por Caio Bruno*

*Bruno é jornalista e especialista em Marketing Político | e-mail: caio.cbruno@gmail.com

*A opinião expressa neste artigo é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Correio de Notícia não tem responsabilidade legal pela “OPINIÃO” que é exclusiva do autor.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias