Ministra de Lula não suporta a pressão e suspende nota sobre aborto até o fim da gestação

Nesta manhã de quinta-feira (29), o Brasil foi surpreendido com atualizações de diretrizes do Ministério da Saúde recomendando que o aborto possa ser realizado até o final da gestação, especificamente em casos de estupro.

O procedimento para a interrupção da gravidez avançada estava descrito detalhadamente, iniciando com a administração de um medicamento que interrompe o suprimento de nutrientes e oxigênio para o feto, seguido pela aplicação de uma droga que induz a parada cardíaca fetal. O processo envolve a confirmação da morte fetal por ultrassom antes de prosseguir com o trabalho de parto para a expulsão do feto e da placenta.

O fato gerou uma grande revolta nas redes sociais.

Diante disso, a ministra da Saúde, Nísia Trindade, não suportou a pressão e decidiu suspender a nota.

Segundo o Ministério da Saúde, Nísia decidiu suspender a nota técnica porque o documento “não passou por todas as esferas necessárias”, nem pela consultoria jurídica da pasta.

Essa é a força do povo brasileiro dando resultado!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias