Justiça surpreende e expulsa MST de grande fazenda no Mato Grosso

Em uma reviravolta jurídica, a Justiça Federal de Mato Grosso anulou na última quinta-feira (07/03) uma sentença de 2018 que havia invalidado nove títulos de terra da ‘Fazenda Santa Aurélia’, localizada em Araputanga, abrangendo 10 mil hectares e os havia destinado à União.

A decisão recente resultou na expulsão do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) do local e restituiu 7.600 hectares aos fazendeiros, considerados os legítimos donos.

Os advogados Leandro Facchin e Gilberto Gomes, que representaram os fazendeiros, explicaram que a decisão anterior desencadeou grande inquietação na área, exacerbada pelas tentativas e ameaças de invasão pelo MST, que argumentavam que as terras, sendo federais, deveriam ser usadas para reforma agrária. Eles destacaram que a nova sentença reconheceu que a anulação dos títulos de propriedade não estava dentro do escopo da ação movida pelo Incra em 2001.

Facchin elucidou que a conclusão da Justiça Federal foi que o julgamento que anulou os títulos ultrapassou os limites do que foi solicitado pelo Incra. Gomes complementou, mencionando a realização de extensas pesquisas e análises técnicas que fundamentaram as ações judiciais e administrativas para reverter a posse das terras à propriedade privada.

Uma importante vitória dos verdadeiros produtores rurais.

Source: CN com JCO
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias