Diretor dispensado em meio à crise de Mossoró ganha nova “boquinha”

O ex-diretor de Inteligência Penitenciária da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen), Sandro Barradas, dispensado do cargo durante a crise de Mossoró – quando dois integrantes do PCC, conhecidos pelas alcunhas de Querubim e Tatu, submeteram a polícia de Lewandowski a uma deprimente humilhação – não chegou a completar 15 dias sem ‘boquinha’.

Dispensado no dia 21 de março, Sandro Barradas foi nomeado nesta quarta-feira (3) para uma nova diretoria.

O seu novo cargo agora é o de diretor de Políticas Penitenciárias da Senappen.

A pasta assegura que a mudança não foi motivada pela crise gerada pela fuga de Querubim e Tatu da Penitenciária de Mossoró. Barradas apenas teria trocado de cargo, em mudança que já estava prevista pelo secretário de Políticas Penais, André Garcia.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias