Cadela morre em transporte e família recebe corpo em caixa de gelo

Uma cachorra morreu enquanto era transportada do Maranhão para São Paulo por uma empresa especializada, e teve seu corpo devolvido em uma caixa térmica de gelo à família cinco dias após o óbito. O caso aconteceu no último dia 26 de junho, mas foi revelado nesta quinta-feira (4/7) pela Tv Globo.

De acordo com a família, a empresa MooviPet foi contratada para realizar o transporte interestadual de Gaia em uma van a partir de São Luís. A cachorra, da raça Golden Retriever, passaria por 11 estados, além do Distrito Federal, antes de chegar ao destino. Outros 18 animais estavam dentro do veículo durante o percurso.

A cadela, no entanto, sentiu-se mal e morreu Marabá, no Pará. De lá, a MooviPet despachou o corpo da cadela por meio de um carro de aplicativo. O animal foi embalado em um saco plástico, dentro uma caixa de gelo.

Segundo a empresa, a decisão de enviar o animal de volta à família foi motivada pela fala de um serviço especializado em necropsia e veterinários para assinar o atestado de óbito na cidade em que Gaia morreu.

Para preservar o animal, a MooviPet alega que tentou manter o corpo da cachorra resfriada, para que autoridades pudessem investigar, posteriormente, a causa da morte.

De acordo com a família, que buscou o transporte terrestre por receio de que algum problema acontecesse como ocorreu com o cão Joca, em abril deste ano, um boletim de ocorrência contra a MooviPet foi aberto e a Polícia Civil do Maranhã está apurando o caso.

Source: Metrópoles
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias