Thiago Servo pede indenização após pagar R$ 1 milhão de pensão a filha que não é dele

O sertanejo Thiago Servo, que ficou famoso em dupla com Thaeme, entrou com uma ação indenizatória após a Justiça determinar que ele não é pai da menina, a quem já havia pago mais de R$ 1 milhão em pensão alimentícia.

A informação foi divulgada pelo advogado do músico, Otávio Gomes Figueiró, nas redes sociais, nesta sexta-feira (10). Thiago chegou a ser preso, em 2016, por dever R$ 500 mil de pensão à mãe da menina.

“Muita gente veio me perguntar sobre a ação indenizatória que o Thiago Servo está ingressando contra a mãe da filha que não é dele. Foram sete anos de luta, batalhas judiciais, uma atrás da outra. Thiago foi preso indevidamente por conta disso”, disse Otávio.

“Ele pagou mais de R$ 1 milhão de pensão, e hoje nós estamos ingressando com uma ação indenizatória para restituir o Thiago do que lhe foi retirado. Não só o que ele pagou de pensão, mas também o dano moral e material”, afirmou.

O advogado afirmou que o sertanejo “ficou sete anos com um mandado de prisão atrás do outro, sem poder trabalhar, sem poder fazer show”. “A Justiça tarda mas não falha, e nós vamos buscar os direitos do Thiago”, completou.

A Justiça determinou que Thiago não é o pai da menina, que tem 10 anos, após exigir um teste de DNA. De acordo com o colunista Felipeh Campos, da Record, a mãe da criança teria faltado três vezes ao exame e, com isso, o juiz do caso mandou retirar o nome do cantor da certidão de nascimento.

Em 2023, Thiago foi campeão do reality A Grande Conquista, da Record. Ele chegou a dizer que não abriria mão do prêmio para pagar dívidas com a Justiça. Na ocasião, a recompensa foi penhorada pelas autoridades.

“Os meus advogados estão resolvendo, será mais uma vitória que eu terei na Justiça. Deus não dá um prêmio para tirar depois”, disse o músico, durante a sua participação no programa Selfie Service, no YouTube.

O sertanejo Thiago Servo, que ficou famoso em dupla com Thaeme, entrou com uma ação indenizatória após a Justiça determinar que ele não é pai da menina, a quem já havia pago mais de R$ 1 milhão em pensão alimentícia.

A informação foi divulgada pelo advogado do músico, Otávio Gomes Figueiró, nas redes sociais, nesta sexta-feira (10). Thiago chegou a ser preso, em 2016, por dever R$ 500 mil de pensão à mãe da menina.

“Muita gente veio me perguntar sobre a ação indenizatória que o Thiago Servo está ingressando contra a mãe da filha que não é dele. Foram sete anos de luta, batalhas judiciais, uma atrás da outra. Thiago foi preso indevidamente por conta disso”, disse Otávio.

“Ele pagou mais de R$ 1 milhão de pensão, e hoje nós estamos ingressando com uma ação indenizatória para restituir o Thiago do que lhe foi retirado. Não só o que ele pagou de pensão, mas também o dano moral e material”, afirmou.

O advogado afirmou que o sertanejo “ficou sete anos com um mandado de prisão atrás do outro, sem poder trabalhar, sem poder fazer show”. “A Justiça tarda mas não falha, e nós vamos buscar os direitos do Thiago”, completou.

A Justiça determinou que Thiago não é o pai da menina, que tem 10 anos, após exigir um teste de DNA. De acordo com o colunista Felipeh Campos, da Record, a mãe da criança teria faltado três vezes ao exame e, com isso, o juiz do caso mandou retirar o nome do cantor da certidão de nascimento.

Em 2023, Thiago foi campeão do reality A Grande Conquista, da Record. Ele chegou a dizer que não abriria mão do prêmio para pagar dívidas com a Justiça. Na ocasião, a recompensa foi penhorada pelas autoridades.

“Os meus advogados estão resolvendo, será mais uma vitória que eu terei na Justiça. Deus não dá um prêmio para tirar depois”, disse o músico, durante a sua participação no programa Selfie Service, no YouTube.

O sertanejo Thiago Servo, que ficou famoso em dupla com Thaeme, entrou com uma ação indenizatória após a Justiça determinar que ele não é pai da menina, a quem já havia pago mais de R$ 1 milhão em pensão alimentícia.

A informação foi divulgada pelo advogado do músico, Otávio Gomes Figueiró, nas redes sociais, nesta sexta-feira (10). Thiago chegou a ser preso, em 2016, por dever R$ 500 mil de pensão à mãe da menina.

“Muita gente veio me perguntar sobre a ação indenizatória que o Thiago Servo está ingressando contra a mãe da filha que não é dele. Foram sete anos de luta, batalhas judiciais, uma atrás da outra. Thiago foi preso indevidamente por conta disso”, disse Otávio.

“Ele pagou mais de R$ 1 milhão de pensão, e hoje nós estamos ingressando com uma ação indenizatória para restituir o Thiago do que lhe foi retirado. Não só o que ele pagou de pensão, mas também o dano moral e material”, afirmou.

O advogado afirmou que o sertanejo “ficou sete anos com um mandado de prisão atrás do outro, sem poder trabalhar, sem poder fazer show”. “A Justiça tarda mas não falha, e nós vamos buscar os direitos do Thiago”, completou.

A Justiça determinou que Thiago não é o pai da menina, que tem 10 anos, após exigir um teste de DNA. De acordo com o colunista Felipeh Campos, da Record, a mãe da criança teria faltado três vezes ao exame e, com isso, o juiz do caso mandou retirar o nome do cantor da certidão de nascimento.

Em 2023, Thiago foi campeão do reality A Grande Conquista, da Record. Ele chegou a dizer que não abriria mão do prêmio para pagar dívidas com a Justiça. Na ocasião, a recompensa foi penhorada pelas autoridades.

“Os meus advogados estão resolvendo, será mais uma vitória que eu terei na Justiça. Deus não dá um prêmio para tirar depois”, disse o músico, durante a sua participação no programa Selfie Service, no YouTube.

O sertanejo Thiago Servo, que ficou famoso em dupla com Thaeme, entrou com uma ação indenizatória após a Justiça determinar que ele não é pai da menina, a quem já havia pago mais de R$ 1 milhão em pensão alimentícia.

A informação foi divulgada pelo advogado do músico, Otávio Gomes Figueiró, nas redes sociais, nesta sexta-feira (10). Thiago chegou a ser preso, em 2016, por dever R$ 500 mil de pensão à mãe da menina.

“Muita gente veio me perguntar sobre a ação indenizatória que o Thiago Servo está ingressando contra a mãe da filha que não é dele. Foram sete anos de luta, batalhas judiciais, uma atrás da outra. Thiago foi preso indevidamente por conta disso”, disse Otávio.

“Ele pagou mais de R$ 1 milhão de pensão, e hoje nós estamos ingressando com uma ação indenizatória para restituir o Thiago do que lhe foi retirado. Não só o que ele pagou de pensão, mas também o dano moral e material”, afirmou.

O advogado afirmou que o sertanejo “ficou sete anos com um mandado de prisão atrás do outro, sem poder trabalhar, sem poder fazer show”. “A Justiça tarda mas não falha, e nós vamos buscar os direitos do Thiago”, completou.

A Justiça determinou que Thiago não é o pai da menina, que tem 10 anos, após exigir um teste de DNA. De acordo com o colunista Felipeh Campos, da Record, a mãe da criança teria faltado três vezes ao exame e, com isso, o juiz do caso mandou retirar o nome do cantor da certidão de nascimento.

Em 2023, Thiago foi campeão do reality A Grande Conquista, da Record. Ele chegou a dizer que não abriria mão do prêmio para pagar dívidas com a Justiça. Na ocasião, a recompensa foi penhorada pelas autoridades.

“Os meus advogados estão resolvendo, será mais uma vitória que eu terei na Justiça. Deus não dá um prêmio para tirar depois”, disse o músico, durante a sua participação no programa Selfie Service, no YouTube.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias