PCC determina “salve” com ordem para executar policiais

Foto reprodução

A situação da segurança pública no país segue se deteriorando.

As facções criminosas cada vez mais ousadas.

Nesse sentido, circula a notícia de que a cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC) teria divulgado um “salve” que deve ser realizado em todo o país nos próximos dias 28 de novembro e 3 de dezembro.

E o que é esse tal “salve”?

É uma determinação para atacar todos os servidores da segurança pública dos sistemas penitenciários estaduais.

Para tanto, integrantes do PCC estariam levantando informações sobre esses servidores.

Na última semana, em um documento sigiloso, que acabou vazando, a Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen) destacou que policiais penais federais deveriam permanecer em alerta máximo, principalmente quem estivesse lotado nos presídios de Campo Grande (MS) e de Brasília.

O site Metrópoles divulgou o que chamou de “leva e trás do PCC”:

“Uma presa que cumpre pena no Presídio Feminino (PFDF), que já estava em regime de trabalho externo, foi interceptada levantando e repassando informações de servidores para criminosos que estão nas ruas.

A descoberta ocorreu há cerca de seis meses, e a presa perdeu o direito ao trabalho externo. Ela está na chamada ‘tranca’, quando o interno segue no regime fechado. Um advogado também teria sido identificado levantando informações sobre servidores.

Ele atenderia um grupo de faccionado supostamente ligados ao PCC fazendo uma espécie de ‘leva e trás’ de ordens de dentro das cadeias para a rua.”

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias