MP recorrerá de sentença de 16 anos aplicada a réu condenado pela morte ex-sogros em Seringueiras

Foto: Ilustrativa

O Ministério Público de Rondônia anunciou que recorrerá da sentença de 16 anos aplicada ao réu condenado pela morte dos ex-sogros em Seringueiras. O julgamento ocorreu na última segunda-feira (27/11), em sessão do Tribunal do Júri, na comarca de São Miguel do Guaporé.

A decisão do Promotor de Justiça Lincoln Sestito Neto decorre da gravidade do crime – duplo homicídio qualificado, praticado por motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, em setembro do ano passado, o réu, agindo de forma dissimulada, foi à casa dos ex-sogros, alegando precisar de ajuda para o conserto de sua motocicleta, que estaria com o pneu furado. No local, ainda na área externa da residência, chamou pelo nome do idoso e, ao avistar que se aproximava, disparou tiros de arma de fogo contra ele, tendo a vítima morrido no local. Em seguida, atingiu a sogra que, alertada pelo ruído, acabava de sair de dentro de casa para socorrer o marido.

O autor dos tiros fugiu do local com a ajuda de um 2º réu, que o aguardava na moto em frente a casa. A dupla foi presa no distrito de Santana do Guaporé.

O crime teve como motivação questões relacionadas ao fim do relacionamento do réu com a filha dos idosos. O casal já estava separado há dois anos.

O Conselho de Sentença condenou o executor nos termos da denúncia – duplo homicídio com duas qualificadoras, tendo o réu sido sentenciado a 16 anos.

O Promotor de Justiça lamentou a pena diminuta, afirmando que irá recorrer, uma vez que se trata de duplo homicídio de pessoas idosas, sendo reconhecido pelos jurados duas qualificadoras para cada crime.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias