Arte de Eduardo Kobra, inaugurada no MPRO, é mensagem sobre pluralidade, coexistência e preservação ambiental

Foto: Assessoria

O mural “Brasileiras e Brasileiros” pintado pelo artista Eduardo Kobra no edifício-sede do Ministério Público de Rondônia (MPRO) em Porto Velho, foi inaugurado na segunda-feira (27/11) com forte participação popular, presença de povos indígenas, quilombolas, artistas de Rondônia, membros de demais instituições do Sistema de Justiça e a imprensa.

Para a Administração Superior do MPRO, o mural é uma mensagem sobre pluralidade, coexistência e preservação ambiental. Segundo o Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, a obra é democrática, de livre acesso à população, um presente para embelezar a cidade e uma forma de valorizar a cultura.

Foto: Assessoria

“A obra remete às pessoas uma reflexão, pois temos no mural a pluralidade e a diversidade. Demonstrando que é possível coexistir pacificamente, independente da cor da pele, gênero, origem e etnia. Há espaço para todos os seres humanos, o que não deve ter espaço é o preconceito e a intolerância”, disse.

Além disso, o Procurador-Geral de Justiça lembrou que as obras de Kobra, espalhadas pelo planeta, fazem referência à preservação ambiental e à garantia de direitos fundamentais, por isso se assemelham à atuação diária do Ministério Público na defesa da sociedade.

Foto: Assessoria

No total, o painel ocupa uma área de 35 (trinta e cinco) metros de altura e quase 7 (sete) metros de largura. Kobra e seu assistente Agnaldo Brito começaram os trabalhos na última quinta-feira (23/11) e finalizaram a obra oficialmente em 5 (cinco) dias.

“Pintar em Rondônia foi desafiador por causa das condições climáticas, é muito calor e também tem a questão das chuvas. Mas superamos isso trabalhando bem cedo e no período da noite”, comentou Kobra.

Foto: Assessoria

O muralista explicou que a composição da arte foi pensada para exaltar a diversidade, pluralidade, força, a história e as muitas belezas da população, por isso, o painel estampa o rosto de um indígena, de um casal de idosos, uma mulher negra, uma criança e uma ribeirinha.

As faces hiper-realistas são acompanhadas do estilo marcante de muralismo de Kobra, caracterizado por cores vibrantes e contrastantes.

Foto: Assessoria

“O mais importante da obra é o significado, eu dei o nome desse trabalho de ”Brasileiras e Brasileiros” como homenagem à população, as pessoas simples. O cidadão comum é a locomotiva que move esse Estado. Também quis enaltecer a população indígena, os povos originários, quilombolas e ribeirinhos que lutam diariamente pela preservação ambiental”, disse Kobra.

O artista — Nascido na periferia de São Paulo em 1975, Eduardo Kobra tornou-se um renomado artista global. Ele detém recordes, incluindo o maior mural grafitado do mundo, e feitos como um painel de quase 500 metros quadrados instalado na sede da ONU, em Nova York. Além disso, ele é reconhecido por galerias e museus. Em 2016 o mural “Etnias”, feito por Kobra no Rio de Janeiro, foi reconhecido como o maior grafite do mundo pelo Guinness World Records, o livro dos recordes. A obra, com 15 (quinze) metros de altura e 170 (cento e setenta) de comprimento, reproduz rostos de indígenas.Com mais de três décadas de atuação, hoje é considerado um dos artistas mais importantes da cena contemporânea, com obras espalhadas por mais de 36 países, entre eles Estados Unidos, Espanha, Itália, Noruega, Inglaterra, Índia, Japão e Emirados Árabes Unidos.

Foto: Assessoria

Edifício-sede — O prédio do MPRO foi inaugurado em 2000 reunindo, em um único local, as atividades administrativas e finalísticas da Instituição, que, até então, ocupava cinco imóveis diferentes na cidade. Na época a obra representou uma inovação arquitetônica na capital com o prédio vertical, e agora, com a intervenção artística na composição urbana do município, se espera criar uma conexão ainda maior com a população por meio das cores e representatividade expostas no edifício.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias