General faz grave alerta sobre “governança global” proposta por Lula e conflito na América do Sul

O senador Hamilton Mourão (Republicanos-RS) mostrou preocupação com o impacto da fala do presidente brasileiro na COP 28, que é realizado até 12 de dezembro em Dubai, nos Emirados Árabes.

Mourão criticou a proposta de Lula sobre a criação de uma governança global para questões climáticas.

“A Liga das Nações não prosperou […] Da Segunda Guerra Mundial emergiu a Organização das Nações Unidas, que, ao longo dos últimos anos, tem se mostrado totalmente ineficiente e ineficaz no sentido de impedir que conflitos ocorram e de que mortes e atentados continuem a nos abalar quase que diariamente […]. 

Imagina, em tema tão complexo como a questão da transição energética […]. Se americanos e chineses não se assentarem à mesa, não vai haver acordo nenhum […] chega a ser até infantil essa ação do nosso presidente”, disse.

Ainda durante sua fala na tribuna, o senador enfatizou que o Brasil poderia atuar como “potência regional” a fim de intermediar possíveis acordos para evitar o iminente conflito entre Venezuela e Guiana. Segundo ele, o resultado do referendo promovido por Nicolás Maduro no último domingo (3) pode ter sérias consequências.

O parlamentar lembrou que a população venezuelana foi consultada sobre a anexação da província de Essequibo, um território pertencente à Guiana, mas reivindicado pela Venezuela desde 1841.

“Nosso governo tem o dever de trabalhar assim, sob pena de vermos um conflito em nossa fronteira e, pior ainda, vermos aumentar o êxodo de refugiados, sejam venezuelanos, sejam guianenses, para dentro do nosso território e, especificamente, para dentro do estado de Roraima, estado que até hoje não é perfeitamente integrado ao restante da nação, uma vez que há mais de dez anos se luta para que se estabeleça uma linha de transmissão para a produção de energia do Centro-Sul do país para o estado de Roraima, que até hoje consome energia produzida por usinas termoelétricas a óleo”, enfatizou.

Fonte: Agência Senado

Source: Agência Senado

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias