Governo estima que meio milhão de pessoas serão vacinadas contra a gripe em Rondônia

O Governo Estadual está intensificando a vacinação contra o vírus influenza da gripe. A Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) já distribuiu mais de 400 mil doses para os 52 municípios, e continuará suprindo, conforme a necessidade. Devido ao aumento do número de casos no Estado, a previsão é de que mais de meio milhão de pessoas sejam imunizadas.

A ação é realizada pela (Agevisa), e o Governo vem aproveitando a ocasião para alertar a população sobre os riscos da doença. O diretor-geral da Agência, Gilvander Gregório de Lima advertiu, “a gripe é uma infecção que pode se agravar e evoluir para complicações, internações podendo até mesmo levar à morte. A vacinação é uma das medidas de prevenção mais importantes para se proteger contra a doença”, ressaltou.

Casos prioritários

A vacina contra a gripe está disponível desde o início da campanha, 13 de novembro, em todas as salas de vacinação, para toda a população a partir dos 6 meses de idade.  Os grupos prioritários definidos para a campanha de vacinação são:

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
População indígena;
Pessoas com comorbidades;
Trabalhadores da saúde;
Gestantes e puérperas;
Trabalhadores da educação;
Idosos com 60 anos ou mais;
Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento;
Profissionais das Forças Armadas;
Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independentemente da idade;
Pessoas com deficiência permanente;
Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso;
Trabalhadores portuários;

População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade; e
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

O objetivo da campanha é reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários. A influenza e a covid-19 continuam sendo ameaças à saúde pública, especialmente, para as pessoas não vacinadas. Em função disso, o Ministério da Saúde (MS) recomenda aproveitar a oportunidade da campanha de vacinação contra a influenza, para atualização da situação vacinal para covid nos grupos elegíveis.

Source: Secom/RO

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias