MPRO acompanha elaboração de plano para melhorar atendimento no Hospital João Paulo II em Porto Velho

Por causa da necessidade de organizar o fluxo de atendimentos no Hospital e Pronto-Socorro João Paulo II em Porto Velho, o Ministério Público de Rondônia (MPRO), por meio do Grupo de Atuação Especial Cível e de Defesa dos Direitos Humanos, da Cidadania, do Consumidor, das Crianças, Adolescentes e Jovens e da Saúde (GAECIV), se reuniu com representantes da Secretaria de Estado da Saúde (SESAU) na terça-feira (5/12).

Conforme explicado pelo Coordenador do GAECIV, Promotor de Justiça Julian Imthon Farago, o foco da reunião foi conhecer o “Plano de Capacidade Plena do Hospital e Pronto-Socorro João Paulo II”, elaborado pela SESAU para reorganizar os fluxos das portas de entradas da Urgência e Emergência.

Os representantes da SESAU destacaram a necessidade da atuação conjunta na luta pela descentralização da saúde. Também citaram que entre os maiores desafios para a melhoria do atendimento estão: a alta demanda vinda ainda da atenção primária, lidar com o alto índice de ocupação de leitos no hospital relacionado a acidentes de trânsito e as questões referentes aos repasses financeiros para cada macrorregião — essas macrorregiões dividem as unidades de saúde em todo o estado.

Como tentativa de melhor organizar o Hospital João Paulo II, o plano inicialmente seria para blindar as portas de entrada para atender apenas casos de urgência e emergência; e organizar uma proposta de pactuação objetivando uma possível nova ordenação das macrorregiões.

Demais reuniões devem acontecer com a presença de Promotores de Justiça com atuação na Curadoria da Saúde para auxiliar na construção do fluxo adequado e resolutivo. Pelo Promotor de Justiça e Coordenador do GAECIV foi endossado o compromisso de articulação em rede para garantir a efetividade e continuidade das políticas públicas de saúde.

Fonte: Gerência de Comunicação Integrada (GCI)

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias