Polícia Federal na “caça” de líder de grupo criminoso no Rio de Janeiro

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) lançaram mais uma ação, chamada Operação Dinastia 2, para capturar Luis Antonio da Silva Braga, conhecido como “Zinho”, líder da maior milícia do estado do Rio de Janeiro.

Esta nova etapa da operação, iniciada nesta terça-feira (19), já resultou na prisão de 5 indivíduos, mas Zinho ainda está sendo procurado.

A primeira fase da operação, realizada em agosto do ano anterior, levou à prisão de 8 pessoas. O objetivo principal da Operação Dinastia 2 é desmantelar o setor financeiro da organização criminosa.

Os mandados de prisão foram expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada em Organização Criminosa do Rio de Janeiro.

Grupos especializados da PF e do MPRJ, como o Grupo de Investigações Sensíveis (Gise/PF), a Delegacia de Repressão a Drogas (DRE/PF) e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ), relatam ter identificado a estrutura completa de cobrança de taxas ilegais a grandes e pequenas empresas locais, incluindo as contas bancárias usadas para depósitos.

A operação, segundo a PF, conseguiu individualizar e identificar os membros envolvidos em toda a cadeia de ocultação de valores arrecadados ilicitamente pelos paramilitares.

A busca por Zinho e seus comparsas continua, com esforços concentrados na desarticulação financeira da milícia.

 

Source: JCO

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias