Parente de deputado que recebia quase R$ 22 mil na Assembleia Legislativa é exonerado

Rogerio da Silva Camargo foi exonerado do cargo de chefe de gabinete do primo deputado Delegado Camargo Foto: reprodução/internet

Primo do deputado Estadual Rodrigo Camargo (Republicanos), Rogerio da Silva Camargo, foi exonerado do cargo de chefe de gabinete do deputado Delegado Camargo na Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia.

De acordo com o blogentrelinhas, antes de tomar posse o parlamentar tinha anunciado processo seletivo para contratar comissionados, uma medida transparente, mas com a contratação do primo o gabinete do parlamentar teria se transformado em ‘traz parente’.

Após o fato ser divulgado amplamente por veículos independentes, a Assembleia Legislativa tomou uma medida moralizadora e exonerou Rogerio da Silva Camargo, que ocupava o cargo de chefe de gabinete do primo distante, o deputado Delegado Camargo (Republicanos). Segundo foi apurado, o parente residia no Rio Grande do Sul, mas veio para Rondônia para trabalhar no gabinete do primo. O código do cargo é DAG-02, que corresponde a quase R$ 22 mil por mês.

A divulgação do material pelo blog repercutiu negativamente para o deputado Delegado Camargo. Se ‘esse lentíssimo’ deputado tivesse agido rapidamente, provavelmente evitaria que a situação fosse apresentada aos órgãos de controle, que deverão apurar possível prática de nepotismo em seu gabinete.

Antes de assumir o cargo, o deputado Delegado Camargo anunciou uma medida que poderia servir de exemplo para todo o Brasil, quiçá para o mundo: haveria processo seletivo para a contratação de servidores comissionados em seu gabinete. Em Rondônia a medida é adotada pelo Tribunal de Contas do Estado.

O anúncio, à época, repercutiu positivamente, e foi dito que o gabinete do deputado Delegado Camargo era transparente. Depois, com a contratação do primo distante por quase R$ 22 mil por mês, começou a se dizer que o gabinete na verdade seria “traz parente”.

Os exagerados chegaram a comentar nos corredores da Assembleia Legislativa e do CPA que sua atuação parlamentar estaria virando uma situação “para lamentar”.

Delegado Camargo, que tem se revelado um parlamentar extremamente crítico, discursando constantemente contra supostas irregularidades, aparentemente passou de estilingue a vidraça. Ao que tudo indica sua atuação como deputado tem sido acompanhada por aqueles que ele vinha criticando, pois tem vindo à tona detalhes de sua vida pública.

 

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias