Analista: morte de jornalista na Ucrânia reflete descaso de Biden com a vida de seus cidadãos

Jornalista norte-americano Gonzalo Liramorre foi preso na Ucrânia por críticas o regime de Kiev - © Sputnik / Stringer
A morte do jornalista norte-americano Gonzalo Lira sob custódia ucraniana indicou que os cidadãos dos EUA estão em perigo sob a administração Biden, disse o analista de Wall Street, Charles Ortel, à Sputnik.
Departamento de Estado dos EUA confirmou a morte do cidadão norte-americano Gonzalo Lira, que foi preso e supostamente torturado na Ucrânia.
Seu pai, o senhor Gonzalo Lira, apareceu no programa do ex-apresentador da Fox News, Tucker Carlson, no dia 9 de dezembro, dizendo que seu filho havia sido detido e torturado pelas autoridades ucranianas desde julho por críticas às políticas de Vladimir Zelensky.
Inicialmente, Lira, que na época residia em Carcóvia, desapareceu inexplicavelmente em 15 de abril de 2022. Vários dias depois, o jornalista revelou que havia sido preso e intimidado pelo infame Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla em ucraniano).
Antes da sua segunda detenção pela SBU, Lira apareceu no X (anteriormente Twitter) alegando que o Departamento de Estado dos EUA estava bem ciente da sua situação, mas não tinha levantado um dedo para protegê-lo. Lira acrescentou que a segunda prisão na Ucrânia pode levar à sua morte. “Não seja indiferente ao meu destino”, implorou ele.
“A morte trágica de Lira é um lembrete assustador de que Biden e os democratas estão matando a democracia dentro e fora da América do Norte neste momento, ao mesmo tempo em que afirmam que Donald Trump pode fazê-lo a partir de 20 de janeiro de 2025″, disse à Sputnik o analista de Wall Street e jornalista investigativo Charles Ortel.
“Assistir a Zelensky suspender eleições, prender os seus opositores políticos, suprimir a religião e agora alegadamente torturar e depois fazer com que um jornalista norte-americano apodreça e morra na prisão por questionar as políticas de guerra de Biden/Nuland, é preciso saber que as políticas externas dos Estados Unidos da América são totalmente inconsistentes com os ideais de nossos fundadores e, possivelmente no caso da Ucrânia especialmente, crimes passíveis de impeachment”, continuou o jornalista investigativo.
Ortel destacou que o pai de Lira “fez um apelo eloquente” no novo programa de Tucker Carlson para proteger Gonzalo. Para ele, o governo Biden abriu um precedente perigoso para negligenciar o caso de Lira.
“A morte de Lira é mais uma de uma longa e contínua lista de manchas que Joe Biden, Kamala Harris e Antony Blinken lançaram sobre a outrora honrosa crença da América do Norte na liberdade de expressão”, sublinhou o analista de Wall Street.

Ataque ao Iêmen coloca mais vidas norte-americanas em perigo

Ainda assim, o que aconteceu com Lira faz parte de uma tendência mais ampla, que é maior do que não proteger um cidadão e jornalista norte-americano. De acordo com Ortel, as políticas externas da equipe Biden colocaram os norte-americanos em perigo não só na Ucrânia, onde centenas de voluntários morreram na guerra por procuração de Washington, mas em outras partes do mundo.
Os ataques mais recentes dos EUA e do Reino Unido contra os houthis no Iêmen estão repletos de risco de um conflito mais amplo onde o sangue norte-americano poderia ser derramado.
“Mesmo os democratas estão se opondo à corrida precipitada para uma guerra cada vez maior que Biden e Harris agora levam a cabo, mesmo enquanto o secretário de Defesa Austin permanece no limbo”, disse Ortel.
“Lembre-se de que os democratas castigaram a Arábia Saudita na era Trump por travar uma guerra contra os rebeldes houthis. Depois, no início da ‘administração’ Biden/Harris. Os rebeldes houthis foram rebaixados como uma ameaça terrorista. Agora, as suas táticas representam graves ameaças ao transporte marítimo, mas continuam a ser bastante difíceis de parar sem desencadear uma guerra cada vez mais ampla no Oriente Médio, bem como respostas terroristas de retorno aos EUA e ao Reino Unido, que até agora são os principais atores lançando munições no Iêmen”, afirma o analista.
Jornalista norte-americano Gonzalo Liramorre foi preso na Ucrânia por críticas o regime de Kiev – © Sputnik / Stringer
A julgar pelas últimas sondagens, os eleitores norte-americanos se tornaram céticos quanto ao desvio de bilhões de dólares em ajuda militar para os conflitos na Ucrânia e no Oriente Médio.
Segundo Ortel, “a massa do eleitorado norte-americano certamente não apoia uma política de guerra perpétua“. No entanto, o gigantesco complexo industrial militar dos EUA está claramente se beneficiando da belicosidade da equipe Biden e é uma “força potente que apoia políticos de ambos os partidos que toleram e/ou instigam conflitos e focos de conflito em todo o mundo”.
“Em 2024, todos os norte-americanos estão muito mais vulneráveis aos perigos iminentes sob o fraco Biden e a desequilibrada Harris do que éramos sob a primeira administração Trump”, alertou Ortel.

O histórico desastroso da política externa de Biden

É preciso lembrar que o histórico de Joe Biden em política externa foi desastroso antes de 2021 e tem sido ainda pior desde então, segundo Ortel.
“Sob o presidente Biden, os rivais e inimigos dos Estados Unidos da América não nos temem e os nossos aliados, com razão, podem não confiar em nós ou não nos respeitar”, disse ele. “No vácuo de poder criado pelos erros vergonhosos de Biden, surgem grandes perigos que prejudicarão os norte-americanos de todas as convicções políticas se os eleitores e os democratas continuarem a permitir que Biden e Harris tenham rédea solta na condução de operações militares e de política externa.”
Segundo o analista de Wall Street, é de se questionar se a administração Biden-Harris poderia estar instigando uma guerra mais ampla para desviar a atenção das suas horríveis políticas internas que estão paralisando a economia dos EUA, aumentando a inflação e fomentando divisões raciais.
Source: Sputnik

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias