Lula negligencia prevenção da dengue e Brasil bate recorde de casos e de mortes

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ) criticou, através de suas redes sociais neste domingo (21), a postura de Lula em relação à aquisição de vacinas contra a dengue no ano de 2023, que resultou em um número recorde de casos da doença.

Em julho de 2023, o governo do PT optou por aguardar a produção de uma vacina nacional pelo Instituto Butantan, que ainda não tinha uma data definida para a conclusão de suas pesquisas. Como consequência, o Sistema Único de Saúde (SUS) ficou sem receber vacinas contra a dengue.

Essa escolha do governo Lula culminou em um aumento expressivo dos casos de dengue em todo o Brasil. Nas duas primeiras semanas de 2024, foram registrados 55,8 mil casos prováveis, mais que o dobro do mesmo período do ano anterior.

“Lula descartou a vacina contra a dengue ano passado e o resultado foi que, em 2023, tivemos o recorde de mortes com a doença. Só nas duas primeiras semanas de janeiro desse ano, foram mais de 55 mil casos. Desgoverno negacionista!”, afirmou Carlos Jordy.

Recentemente, no sábado (20), o Brasil recebeu o primeiro lote de vacinas contra a dengue do laboratório japonês Takeda, com um total de 750 mil doses. A prioridade de vacinação será para adolescentes de 10 a 14 anos residentes em cidades com população superior a 100 mil habitantes, segundo o governo.

Seria, agora, tarde demais?

 

Source: JCO

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias