Ronnie Lessa revela o mandante

Ronnie Lessa, o autor dos disparos que mataram Marielle Franco e Anderson Gomes, delatou o ex-deputado estadual Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, como um dos mandantes do assassinato.

O nome de Brazão já havia sido mencionado na delação premiada do ex-policial militar Élcio Queiroz, outro dos envolvidos no assassinato.

Preso desde 2019, Lessa fez um acordo de delação premiada com a Polícia Federal na semana passada para revelar novos detalhes do caso. O acordo ainda precisará ser homologado pelo Superior Tribunal de Justiça.

Em 2019, Brazão chegou a ser formalmente acusado pela Procuradoria-Geral da República por obstruir as investigações. À época, ele figurava também entre um dos suspeitos.

Brazão já foi apoiador do PT.

Sobre o assunto, o deputado Nikolas Ferreira fez uma importante observação: Brazão virou conselheiro do Tribunal de Contas com os votos do PT na Alerj.

Tudo junto e misturado.

Source: JCO

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias