Húngara pede teste de paternidade a Neymar e pensão de R$ 160 mil

Gabriella Gaspar e Neymar Jr Foto: @instagram

Uma mulher húngara entrou com uma ação na Vara da Família do Foro Central Cível de São Paulo com um pedido de teste de paternidade contra Neymar Jr. Gabriella Gaspar, que trabalha como estoquista em Budapeste, afirma que craque é pai de sua filha, Jazmin Zoé, de 9 anos de idade.

“Ela o conheceu na Bolívia, em Santa Cruz de la Sierra. A Seleção Brasileira estava lá para um amistoso e ela tinha ido a excursão. Eles tiveram um relacionamento rápido e ela engravidou”, contou o advogado de Gabriella Gaspar, Angelo Carbone, ao jornal Folha de S. Paulo.

O defensor diz que a cliente tentou contato diversas vezes com Neymar e não teve sucesso. Gabriella, inclusive, chegou a trocar mensagens com Neymar pai e com a irmã do jogador, Rafaella Santos, nos últimos meses, porém, nada foi feito. Após tentativas amigáveis, a moça húngara resolveu envolver a Justiça no caso. “O que ela mais quer é que a filha tenha o nome do pai na certidão”, explicou Angelo.

Além da correção da certidação da criança, em sua ação contra Neymar, Gabriella pede uma pensão de 30 mil euros, algo em torno de R$ 160 mil. De acordo com o advogado, o valor é alto, pois estão pedindo um valor retroativo, ou seja, referente ao tempo em que a moça arcou com todos os gastos da criança.

Neymar é pai de Davi Lucca, da relação com Carol Dantas, e de Mavie, com Bruna Biancardi. Nos últimos meses surgiram rumores de que a modelo Kimberlly estaria grávida do jogador. Ao que se sabe, o atleta já teria aceitado realizar o teste de DNA assim que a criança nascer.

A reportagem do Terra pediu uma posição sobre o assunto para a equipe de Neymar, mas até a publicação desta matéria não houve retorno. O espaço segue aberto para futuros posicionamentos.

Source: Terra

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias