livro sobre a Doutrina do Daime será lançado em Porto Velho

Depois do sucesso de lançamento em Rio Branco, São Luiz (MA), Timon (PI), Goiânia (GO) e Brasília, o autor e jornalista Jairo Carioca segue para Porto Velho, onde lança, dia 3, o livro sobre a Doutrina do Daime e a história do “Vovô Irineu”. O evento será no Centro Eclético Corrente da Luz Universal, CECLU, as 17 horas. A obra espírita é uma das mais vendidas nas livrarias do Acre, São Luiz e Brasília.

Para seguidores de Porto Velho, a obra apresenta capítulo de destaque onde o autor descreve a relação do Mestre Irineu com os irmãos de Porto Velho, entre eles, Antônio Sapateiro, assim denominado pelo trabalho que exercia na fabricação de sapatos, atividade que o tornou sapateiro oficial do Mestre Irineu. Fala também de José Vieira, um homem intelectual que redigiu, a pedido de Irineu Serra o estatuto oficial do Centro de Iluminação Cristã Luz Universal (CICLU), instituído em julho de 1971.

“É pelas mãos de José Vieira que finaliza um ciclo importante de fundamentação da Doutrina, um esforço do Mestre Irineu desde o início de construção de seus trabalhos espirituais, concluído dias antes de sua passagem espiritual. Outra amizade construída nesta época que merece destaque foi do líder espiritual com o casal Virgílio e Francisca Nogueira. Seu Virgílio passou a ser o homem de confiança no transporte do Daime entre as cidades de Rio Branco e Porto Velho. O núcleo era dirigido por seu Regino Silva, mais tarde, passa a se chamar Centro Eclético Correntes da Luz Universal (CECLU) já no comando do seu Virgílio Nogueira”, acrescenta o autor.

Carioca afirma que a instituição do CECLU em Porto Velho é um ponto de apoio para o pensamento de expansão idealizado pelo fundador da Doutrina do Daime na década de 1970. “Existem cartas escritas na época que narram esses fatos tendo José Vieira como mensageiro e interlocutor entre o grupo liderado por seu Regino e, mais tarde, seu Virgílio e dona Francisca e o Mestre Irineu. Esse é outro capítulo importante na história dessa escola espiritual”, relatou Carioca.

Porto Velho, assim como outras capitais brasileiras, passou pelo processo de expansão dos grupos que cultuam com o uso da ayahuasca ou Santo Daime, movimento que alguns pesquisadores classificam como “exportação” ou transição da Ayahuasca da Floresta para os centros urbanos. Beatriz Labate escreveu sobre a reinvenção do uso da ayahuasca.

“O que nos move em todo esse processo é o amor e o respeito que todos têm, especialmente em Porto Velho, pelo Mestre Irineu, a madrinha Peregrina e aos trabalhos oficializados na Doutrina. Os objetivos desta obra se assentam nesse público, de seguidores que defendem o bom uso do Daime, o replantar Santas Doutrinas” concluiu o autor.

A obra “Vovô Irineu” todos vão se recordar e começar do abc é constituída de 310 páginas. Foi impressa pela editora Chico Xavier em Minas Gerais. Além do Brasil, a primeira edição já chegou aos Estados Unidos, Canadá, Chile, Paraguai e Glasgow.

Source: do ac24horas

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias