TRT-14 alerta sobre trabalho infantil nas férias em evento com crianças no Acre

No bairro Novo Cruzeiro, em Rio Branco (AC), cerca de 200 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade participaram de uma palestra e roda de conversa promovida pela Justiça do Trabalho, por meio da Comissão Regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem. Na ocasião, a presidente da Comissão, juíza do Trabalho Daniele Adriana Stanislowski tratou do tema “Férias Sem Trabalho Infantil”, que é parte de uma campanha nacional que visa conscientizar a comunidade sobre os riscos e consequências do trabalho infantil que costumam ocorrer com mais frequência neste período do ano.

A palestra abordou a importância de garantir os direitos fundamentais das crianças, destacando a proteção integral preconizada pela Constituição e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). “Segundo nossa Carta Magna é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem direitos fundamentais, como direito à vida, saúde, alimentação, educação, lazer, profissionalização, cultura, dignidade, respeito, liberdade, convivência familiar e comunitária. Além disso, o ECA estabelece, em seu art. 1º, a proteção integral à criança e ao adolescente, a quem são assegurados todos os direitos fundamentais da pessoa humana (art. 3º), independentemente da situação familiar”, ressaltou.

“As famílias, ao final do ano e na época das férias, devem reconhecer o direito de suas crianças de descansar, divertir-se para iniciar um novo ano de estudo; que o trabalho como ambulante nas ruas para auxiliar na renda familiar não é função de criança, mas de “adultos” e que a sociedade deve abrir os olhos para os nossos pequenos que irão construir o futuro e que ele seja saudável, humano, respeitoso e justo”, afirmou a juíza.

Durante o evento, crianças entre 6 e 14 anos receberam kits escolares para auxiliar no início do ano letivo. Os kits foram montados com o apoio de servidores e estagiários do Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc/Rio Branco). A ação contou com a colaboração dos servidores Hilário José do Nascimento e Christiane da Rocha Batista Neves, além da parceria com o Projeto Amigos Solidários, coordenado por Derineudo de Souza, que promoveu o cadastro das famílias. A Comissão Regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem conta também como membro a juíza do Trabalho Sabina Helena Silva de Carvalho Rodrigues.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias