Comitê de Investigação da Rússia anuncia oficialmente que avião Il-76 foi abatido na região de Belgorod por um míssil MIM-104A de sistema Patriot dos EUA

© Foto / Comitê de Investigação da Rússia
O Comitê de Investigação da Rússia estudou a queda do avião, que tinha prisioneiros de guerra ucranianos, e determinou que as Forças Armadas da Ucrânia o atacaram.
As Forças Armadas da Ucrânia usaram mísseis guiados antiaéreos MIM-104A do sistema Patriot dos EUA, informou nesta quinta-feira (1º) o canal no Telegram do Comitê de Investigação da Rússia.
“De acordo com a conclusão do estudo realizado durante a investigação, os fragmentos retirados do local, de acordo com suas características estruturais, características geométricas e marcações disponíveis, são elementos da estrutura de um míssil guiado antiaéreo MIM-104A do sistema Patriot dos EUA, desenvolvido pelas corporações [norte-americanas] Raytheon e Hughes e produzido na Raytheon”, informa o comunicado.
Em 24 de janeiro, as Forças Armadas da Ucrânia abateram um avião de transporte militar russo Il-76, que transportava 65 prisioneiros ucranianos para troca, sobre a região russa de Belgorod. Todos eles, incluindo três oficiais acompanhantes das Forças Armadas da Rússia e seis membros da tripulação, morreram.
“Durante o exame da cena do incidente, foram encontrados a uma distância de 1,8 quilômetro a nordeste e 4,8 quilômetros a sudeste do suposto local do ataque da aeronave 116 fragmentos de corpos e mecanismos de dois mísseis com inscrições e marcas em inglês”, enunciou o Comitê de Investigação.
Durante o exame dos objetos, foram encontradas as seguintes marcas nos fragmentos apreendidos: “Assy 11455748”, “Sn740179”, “Assy 11461343”, “Sn740206”, “Assy 11461865”, “Sn740207”, “Raytheon”, “Confidential Classified By Patriot Security Classification Guide Dated: 9/22/83 Addenda Dated 11/28/83 8/8/84 Contract No/Daah01-86c-A018”, bem como “18876 Assy”, “Martin Marieta” e “10253043-39 02 S/N 80025”, continuou.
“Segundo os resultados do estudo que utilizou métodos de espectrometria de mobilidade de íons (IMS), cromatografia gasosa com detecção espectrométrica de massa e cromatografia líquida de alto desempenho com deteção seletiva de massa, constatou-se que foram encontrados nos objetos vestígios de hexogênio com impurezas de até 10% de octogenos, o que é característico de substâncias explosivas de fabricação estrangeira“, detalhou.
Veja o vídeo:

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias