“Os diretores da PF aceitaram ser capachos de Lula, Flavio Dino e Janja”, dispara deputado e policial federal (veja o vídeo)

Foto: Agência Brasil

Com quase 25 anos de experiência na Polícia Federal, o deputado federal Ubiratan Sanderson fez críticas severas àqueles que, segundo ele, dentro da PF, se deixaram cooptar pelo sistema:

“O aparelhamento ostensivo acontece agora, no governo Lula. FHC esteve lá por oito anos e não acontecia isso. No primeiro e segundo mandato de Lula, a PF teve à frente, na direção geral, dois homens sérios que não aceitavam a cooptação.

O que estamos vendo agora é que alguém comprometido com o sistema, próximo afetivamente de Lula, Dilma e até Janja, aceitou [ser cooptado], por fraqueza, ambição. Se a gente tivesse uma corte institucional isenta, o atual diretor da PF teria sido afastado. Eu nunca vi nada igual, os policiais federais estão indignados.

Todo aquele histórico de profissionalismo da PF está sendo jogado no lixo por diretores da PF que aceitaram ser capacho de Lula, Flavio Dino, Janja e outros”, ressaltou Sanderson, que também é presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara, durante o programa Super Debate, apresentado por Diogo Forjaz.

Veja o vídeo:

Vale ressaltar que, há semanas, Bolsonaro tomou conhecimento de que ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) discutem a possibilidade de sua prisão.

Junto há isso, a primeira-dama Janja recentemente afirmou que “se tudo der certo”, o ex-presidente Jair Bolsonaro logo estará preso.

Para piorar, o STF, em breve, terá o comunista Flávio Dino com a toga.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias